Ações da OI disparam quase 15% com disputa de acionistas

Disputa entre sócios minoritários e maioritários ganhou um novo capítulo nesta sexta-feira.

São Paulo — As ações da Oi dispararam nesta sexta-feira (26) na Bolsa, após a disputa entre acionistas ganhar um novo capítulo. Durante a manhã, os papéis preferenciais da companhia subiram até 14,5% e chegaram a ser cotados a 2,40 reais cada um. Já as ações ordinárias registraram ganhos de até 12,5% e eram negociadas a 3,37 reais cada uma na máxima do dia. 

Ontem, o fundo americano PointState Capital — que detém 6,32% da Oi — anunciou que irá apoiar as decisões de outro acionista minoritário, o brasileiro Nelson Tanure, que possui 8,32% da empresa. 

Há tempos, Tanure trava uma batalha com a Pharol (antiga Portugal Telecom), maior acionista, por mudanças na estrutura da companhia.

No final de julho, o magnata brasileiro chegou a questionar se a Pharol poderia legalmente ocupar postos no conselho da empresa. Ele alega que a Oi e a Pharol detêm participações uma na outra e que compartilham conselheiros, o que não permitiria a participação de outros investidores em decisões importantes. 

A possível destituição de membros ligados à Pharol do conselho será discutida no próximo dia 8 setembro, quando os acionistas irão se reunir em assembleia.