Ações da Netflix estão no caminho para pior trimestre desde 2012

Empresa de streaming caiu 30% desde o fim de junho, com preocupações sobre iminente competição vinda da Walt Disney

São Francisco — As ações da Netflix caíam mais de 4% nesta terça-feira, 24, a caminho do maior declínio trimestral em sete anos, depois que dois analistas aumentaram as preocupações com uma onda iminente de competição vinda da Walt Disney e de outros rivais.

A Netflix caiu 30% desde o fim de junho e, se esse declínio persistir até segunda-feira, terá sido o pior desempenho trimestral para as ações do serviço de streaming desde 2012.

Os novos serviços de streaming da Walt Disney e da Apple aumentaram as preocupações com o lento crescimento do número de assinantes da Netflix e os custos crescentes, à medida que aumentam os gastos para criar séries de primeira linha como “Stranger Things” e “The Crown”.

Visto como ameaça mais perigosa para a Netflix, o Disney + será lançado em novembro com uma série de programas de TV novos e clássicos e filmes de algumas das franquias de entretenimento mais populares do mundo. As ações da Disney subiram 14% desde 11 de abril, quando foi anunciado seu novo serviço. O serviço Apple TV + da Apple lançará em 1º de novembro, aumentando a concorrência com a Amazon, o Hulu e outros.

Veja também

Apontando para o aumento da concorrência e custos mais altos, a Pivotal Research reduziu nesta terça-feira sua meta de preço para as ações da Netflix, de 515 para 350 dólares.

“Nossas novas previsões sugerem que eles responderão à aceleração dos custos de conteúdo, acelerando seus próprios gastos com conteúdo, o que lhes permitirá manter o crescimento de assinantes e reduzir a lucratividade materialmente”, escreveu o analista da Pivotal, Jeffrey Wlodarczak, em nota a clientes.

As ações da Disney no mês passado foram negociadas a 23 vezes o lucro esperado, a maior avaliação de lucros futuros desde 2004, segundo dados da Refinitiv.

Quarenta e cinco analistas cobrem as ações da Netflix, com meta de preço médio de 410 dólares, abaixo dos 420 dólares no final de junho. Sua meta de preço atual é 60% acima do preço atual da Netflix, de 255 dólares.