Ações da dona das Havaianas sobem mais de 5% após venda

Alpargatas pertencia ao grupo J&F, dos irmãos Batista; valor da transação será de 3,5 bilhões de reais e montante será pago à vista

São Paulo — As ações da Alpargatas, dona de marcas como Havaianas e Osklen, operam nesta quinta-feira em forte alta na Bolsa.

Ontem, a fabricante de calçados confirmou que seu acionista controlador, a J&F Investimentos, vendeu o controle acionário da empresa a Itaúsa (holding de investimentos do Itaú), Cambuhy Investimentos (fundo da família Moreira Salles) e Brasil Warrant, por 3,5 bilhões de reais.

Durante o dia, os papéis preferenciais da Alpargatas chegaram a subir 5,5%, a 14,99 reais. Já os ordinários registraram alta de até 4,38% na máxima, cotados a 14,30 reais. No dia, o Ibovespa tinha alta de até 0,5%, na casa dos 65 mil pontos.

Na transação, o valor atribuído por ação foi de 14,25 reais por ação ordinária e 11,40 reais por ação preferencial. No total, serão adquiridas 207.246.069 papéis ordinários e 47.937.043 preferenciais, representando 85,78% do capital social votante; 20,95% das ações preferenciais da companhia e 54,24% do capital social total da Alpargatas.

A compra será paga à vista, na data do fechamento. A Itaúsa irá desembolsar 1,75 bilhão de reais, ou seja, 50% do volar total.

A conclusão da operação está sujeita à aprovação prévia do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e eventuais outras autoridades concorrenciais competentes, bem como ao lançamento de uma Oferta Pública de Aquisição de Ações (OPA) pelos compradores e aprovações societárias da vendedora.

Veja também