Ações da Cesp disparam após anúncio de operação casada com Nossa Caixa

Idéia do governo é vender a instituição para o Banco do Brasil mediante renovação das licenças das usinas da companhia de energia

As ações da Companhia Energética de São Paulo (Cesp) dispararam nesta quarta-feira (28/5) com a notícia de que o governo de São Paulo vai atrelar a venda da Nossa Caixa à renovação das licenças das usinas da companhia. Os papéis subiam 9,95%, para 31,60 reais, ocupando o topo do ranking das ações mais valorizadas do Ibovespa.</p>

A intenção do governador José Serra, segundo o jornal O Estado de S.Paulo, é vender o banco paulista para o Banco do Brasil, mantendo assim os bancários como funcionários públicos e evitando prejuízos nas próximas eleições, ao mesmo tempo em que arrancaria do governo federal a renovação das licenças para as usinas geradoras da Cesp. A operação casada interessaria ao governo federal por possibilitar a expansão acelerada do Banco do Brasil via incorporações de bancos estaduais.

A boa vontade entre as partes já fez mudar o discurso do governo federal sobre a renovação das licenças da Cesp. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, diz que pretende criar uma comissão até o meio de junho para tratar do assunto.  Em março, o leilão de privatização da companhia fracassou porque os possíveis compradores desistiram do negócio por temor de que a Cesp ficasse sem fornecedores após o vencimento dos contratos de concessão de energia.