Ações europeias caem com expectativa em Jackson Hole

Os investidores observarão de perto o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, e outros membros de bancos centrais em Jackson Hole, Wyoming

Londres – As ações europeias continuaram a cair nesta quinta-feira, com os investidores reticentes em aumentar suas exposições a ativos de risco, dadas as incertezas sobre as próximas ações dos bancos centrais e sobre as perspectivas para a economia global.

Às 8h29 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 perdia 0,35 por cento, para 1.082 pontos, depois de ter caído 0,2 por cento na quarta-feira.

Os volumes do início da sessão eram pequenos, a 10 por cento da média diária de 90 dias.

Os investidores observarão de perto o chairman do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, Ben Bernanke, e outros membros de bancos centrais em Jackson Hole, Wyoming, no final desta semana durante um encontro anual que normalmente dá sinais sobre ações futuras de política monetária.

“Confore os investidores contam as horas para o discurso do Bernanke em Jackson Hole, eles claramente não estão preparados para assumir qualquer risco, preferindo procurar ativos seguros onde eles podem ser encontrados”, afirmou o chefe de derivativos do Interactive Investor, Mike McCudden.

Enquanto isso, os operadores continuam focando-se na reunião do Banco Central Europeu (BCE) em 6 de setembro para avaliar um possível corte nos juros e o relançamento do programa de compra de títulos para ajudar a lidar com a crise econômica da região.

Os mercados acionários tiveram forte rali depois que o presidente do BCE, Mario Draghi, prometeu em 26 de julho fazer “o que for preciso” para proteger o euro dos problemas de dívida da região. As ações, no entanto, não conseguiram subir muito mais depois de meados de agosto.