Ações europeias caem após ação da Moody’s sobre ratings

Investidores estavam preocupados também com os novos cortes de austeridade aprovados pelo Parlamento grego

Londres – As ações europeias caíam nesta terça-feira, após a agência de classificação de risco Moody’s colocar o rating “triplo A” do Reino Unido em revisão pela primeira vez e alertar que pode cortar também as notas de França e Áustria, ao mesmo tempo em que rebaixou seis países da zona do euro, incluindo Espanha e Itália. Investidores estavam preocupados também sobre se a União Europeia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) vão aceitar os novos cortes de austeridade aprovados pelo Parlamento grego e necessários para o país evitar um default caótico.

“O alerta da Moody’s sobre o Reino Unido não é bom para o mercado, e os investidores realmente levarão em conta se a França for rebaixada, uma vez que isso poderia impactar sua capacidade de alavancar capital”, afirmou Andrea Williams, que administra 2,1 bilhões de dólares para a Royal London Asset Management. “A Grécia ainda está no foco e todos os cortes de austeridade que estão acontecendo na Europa mostram o quanto a economia está padecendo.”

Os bancos franceses, que estão expostos à divisa soberana da zona do euro, estavam entre as piores performances, com o BNP Paribas, Société Générale e Credit Agricole caindo entre 2,1 por cento e 2,8 por cento.

Às 7h46 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias perdia 0,23 por cento, para 1.069 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times caía 0,18 por cento, a 5.894 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX cedia 0,08 por cento, para 6.734 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 desvalorizava-se 0,25 por cento, a 3.376 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib subia 0,29 por cento, para 16.414 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 retraía 0,19 por cento, a 8.771 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 caía 0,36 por cento, para 5.669 pontos.