Ações avançam por resultados corporativos e BC alemão

Índices referenciais eram impulsionados por resultados corporativos positivos e notícia de que banco central alemão está pronto para apoiar medidas de estímulo

Paris – As ações europeias subiam nesta terça-feira, com índices referenciais alcançando máximas em vários anos, impulsionados por resultados corporativos positivos e uma notícia dizendo que o banco central alemão está pronto para apoiar novas medidas de estímulo do Banco Central Europeu (BCE).

Às 8h23 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta 0,24 por cento, a 1.367 pontos, nível que não era visto desde maio de 2008, enquanto o britânico FTSE 100 atingiu máxima de 14 anos.

A Airbus subia 6,34 por cento em um rali por alívio após divulgar lucro melhor que o esperado e dizer que seu mais recente jato, o A350, está “progredindo na direção da certificação” com tempo hábil para uma primeira entrega até o final do ano.

As ações da ThyssenKrupp também subiam, com alta de 4,28 por cento depois que a siderúrgica alemã divulgou seu primeiro lucro líquido trimestral em dois anos, superando as estimativas de analistas, e elevou sua previsão para o lucro operacional no ano inteiro.

Traders disseram que o sentimento do mercado foi parcialmente sustentado também por uma notícia da Dow Jones afirmando que o banco central alemão apoiaria um corte de juros, se necessário, pelo BCE, assim como outras medidas como taxa de depósito negativa para impedir que a inflação permaneça muito baixa.