Ações europeias atingem maior nível em 4 meses por balanços

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300 , que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 0,95%, aos 1.063 pontos

Londres – As ações europeias atingiram nesta quinta-feira seu maior nível em quatro meses, com outra rodada de resultados corporativos melhores que o esperado surpreendendo investidores que haviam se preparado para uma temporada fraca.

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300 , que reúne as principais ações europeias, fechou em alta de 0,95%, aos 1.063 pontos.

Os papéis da fabricante de celulares Nokia liderou os ganhos com 12%, após reportar perdas trimestrais menores que as previstas.

O conglomerado industrial francês Alstom, a companhia de biotecnologia Actelion, a empresa de eletrodomésticos Electrolux e a fabricante de revestimentos AkzoNobel também divulgaram fortes resultados.

“Parece ter sido um início satisfatório (da temporada de balanços), mas no geral suspeito que a temporada será um fracasso (devido à) deterioração no ambiente macroeconômico nos últimos dois ou três meses”, afirmou o estrategista da Macquarie Daniel McCormack.

“O rali que tivemos desde 4 de junho foi conduzido por (ações) defensivas e acho que isso reflete a ausência de convicções por parte dos investidores”, acrescentou.

Em Londres, o índice Financial Times fechou com alta de 0,50%, a 5.714 pontos.
Em Frankfurt, o índice DAX ganhou 1,11%, para 6.758 pontos.
Em Paris, o índice CAC-40 teve alta de 0,87%, a 3.263 pontos.
Em Milão, o índice Ftse/Mib subiu 0,53%, para 13.666 pontos.
Em Madri, o índice Ibex-35 ganhou 0,63%, a 6.632 pontos.
Em Lisboa, o índice PSI20 ficou estável, com apenas 0,06% em terreno negativo, para 4.857 pontos.