Ações asiáticas sofrem após BCE endurecer contra a Grécia

Índice japonês Nikkei caiu quase 1 por cento. As ações na Coreia do Sul, Malásia e Cingapura também registraram quedas expressivas

Tóquio – A maioria das ações asiáticas fechou em queda nesta quinta-feira depois que o Banco Central Europeu (BCE) anunciou que não aceitará bônus gregos como garantias, forte resposta aos esforços de Atenas para renegociar os termos do resgate com credores.

Às 7h26 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,01 por cento, após subir 1 por cento na sessão anterior.

O índice japonês Nikkei, que saltou 2 por cento na quarta-feira, caiu quase 1 por cento. As ações na Coreia do Sul, Malásia e Cingapura também registraram quedas expressivas.

O apetite por risco, que havia aumentado no começo da semana por esperanças de que a Grécia rapidamente conseguiria alívio junto a seus credores, sofreu um impacto depois que o BCE abruptamente cancelou a aceitação dos bônus do país como garantia.