Ações ampliam ganhos com especulação sobre medidas do BCE

Ações europeias chegaram a atingir máxima em três semanas nesta segunda-feira

Londres – As ações europeias subiam pela quinta sessão consecutiva, chegando a atingir máxima em três semanas nesta segunda-feira, sustentadas por crescente especulação de que o Banco Central Europeu pode afrouxar sua política e que a China pode adotar medidas para estimular sua economia.

Às 7h38 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,06 por cento, a 1.333 pontos, após ter alcançado 1.340 pontos, a maior pontuação desde março. A inflação na zona do euro atingiu o nível mais baixo desde novembro de 2009 ao atingir 0,5 por cento em março, uma desaceleração surpreendente que aumenta as expectativas de que o BCE tome uma ação radical para frear a ameaça de deflação no bloco monetário.

“O clima permanece positivo nos mercados conforme os preços de commodities voltam a subir e as tensões geopolíticas ficam em segundo plano. Essa é uma boa base para começar uma nova semana e para atingir novas máximas no ano esta semana”, disse Christian Stocker, estrategista do UniCredit.

“A segunda metade da semana é mais interessante com a reunião mensal de política do BCE e o relatório do mercado de trabalho dos EUA.” O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, buscou na sexta-feira acalmar investidores globais afirmando que Pequim está pronta para sustentar a economia em desaceleração, dizendo que o governo tem as políticas necessárias e que vai avançar com investimentos em infraestrutura.