Acionista faz proposta pela Dell para evitar venda

Icahn quer que a empresa oferte para os atuais acionistas um total 1,1 bilhão de novas ações, a US$ 14,00 cada

Nova York – O investidor Carl Icahn, importante acionista da fabricante de computadores Dell, fez nesta terça-feira uma nova proposta para evitar a venda da companhia para seu fundador, Michael Dell. Icahn quer que a empresa oferte para os atuais acionistas um total 1,1 bilhão de novas ações, a US$ 14,00 cada.

O plano de Icahn oferece um preço US$ 0,35 superior ao proposto por Michael Dell, que propôs pagar US$ 13,65 por ação da companhia.

O investidor também revelou que comprou mais de 72 milhões de ações da Dell que estavam com o fundo de investimento Southeastern Asset Management. Com isso, sua participação na fabricante de computadores subiu para 8,7%, perdendo apenas para o próprio Michael Dell.

Um comitê especial criado pela diretoria da Dell tem criticado a proposta de Icahn e orientado os acionistas a aceitarem a oferta do fundador da companhia.

O assunto será tema de votação daqui a 30 dias. Por volta das 15h (de Brasília) as ações da Dell subiam 0,41% na Bolsa de Nova York.

Fonte: Dow Jones Newswires.