Ação da Usiminas cai 4% na Bovespa, na contramão do setor

Às 13h09, o papel perdia 4 por cento, a 12,47 reais, enquanto as ações da CSN e da Gerdau registravam alta de 2,2 e 1 por cento, respectivamente

São Paulo – As ações preferenciais da Usiminas recuavam mais de 3 por cento na Bovespa nesta quarta-feira, na contramão do setor de siderurgia, com investidores realizando lucros recentes após comentários do presidente-executivo da companhia sobre perspectivas para 2013.

Às 13h09, o papel perdia 4 por cento, a 12,47 reais, enquanto as ações da CSN e da Gerdau registravam alta de 2,2 e 1 por cento, respectivamente.

No mesmo instante, o principal índice acionário da Bovespa tinha baixa de 0,1 por cento.

Pela manhã, Julián Eguren disse que a companhia não espera melhora significativa nas margens de lucro no início do próximo ano. O presidente da Usiminas afirmou ainda que está avaliando uma joint venture ou venda de suas unidades de transformação do aço Mecânica e Automotiva.

“No médio e longo prazo, isso é positivo porque mostra que a empresa está caminhando no sentido correto, enxugando sua estrutura para colocar a empresa nos trilhos”, disse o analista-chefe da Magliano Corretora, Henrique Kleine.

“Mas a notícia não satisfez o mercado, que entendeu que eles ainda estão arrumando a casa e que ainda não está nada pronto.

Isso motiva investidores a vender ações e embolsar parte dos ganhos recentes”, acrescentou Kleine.

Em novembro, a ação da Usiminas acumulou alta de 27,4 por cento, enquanto o índice referencial do mercado acionário brasileiro teve valorização de 0,7 por cento. (Por Danielle Assalve; Edição de Aluísio Alves)