Ação da T4F sai a R$16 e oferta tem giro de R$539,3 mi

A faixa indicativa de preço por papel no prospecto preliminar era de 14,50 a 18,50 reais

São Paulo – A ação da Time For Fun (T4F) foi precificada a 16,00 reais na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da companhia, no centro do estimado.

A faixa indicativa de preço por papel no prospecto preliminar era de 14,50 a 18,50 reais.

Entre os sócios da T4F que estão vendendo ações da empresa encontra-se um fundo da Gávea Investimentos –criada pelo ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga.

De acordo com informações disponíveis no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta terça-feira, a oferta primária –cujos recursos reforçarão o caixa da companhia– envolve 11,7 milhões de novas ações, representando 187,6 milhões de reais.

Já a oferta secundária –de ações que pertencem a atuais acionistas– inclui quase 22 milhões de ações, representando 351,7 milhões de reais.

Assim, o giro total da operação fica em 539,3 milhões de reais. O IPO poderia ter volume financeiro de até 623,6 milhões de reais, considerando o preço máximo da faixa estimada pelos coordenadores e o exercício integral de lotes suplementar e adicional de ações.

O coordenador-líder da operação é o Credit Suisse. Também participam da oferta BTG Pactual e Bradesco BBI.

A T4F diz ser a empresa líder no mercado de entretenimento ao vivo na América do Sul e a terceira maior do mundo. A companhia é dona das casas de espetáculos Credicard Hall, Citibank Hall e Teatro Abril, em São Paulo; Citibank Hall, no Rio de Janeiro; e Citi Opera, em Buenos Aires.

A companhia teve receita de 569,2 milhões de reais em 2010, aumento de 31 por cento sobre o ano anterior. O lucro foi de 40,3 milhões de reais, ante 6 milhões de reais em 2009.

A precificação da ação da T4F estava prevista inicialmente para 7 de abril, mas foi postergada para o dia 11. A estreia da negociação dos papéis na Bovespa está agendada para quarta-feira, dia 13.