Ação da Cielo cai 5% após projeto de lei sobre cartões

O senador Aloysio Nunes Ferreira apresentou um projeto de lei incluindo medidas como o limite para cobrança de taxas por transações com cartão de débito

São Paulo – As ações da empresa de meios de pagamento Cielo recuavam cerca de 5 % na Bovespa nesta sexta-feira, após um projeto de lei renovar as preocupações com os riscos regulatórios do setor.

Às 13h29, o papel caía 5 %, a 52,37 reais, no destaque negativo do Ibovespa, que subia 0,54 % no mesmo momento.

O senador Aloysio Nunes Ferreira apresentou na quarta-feira um projeto de lei para o setor incluindo medidas como limite para cobrança de taxas por transações com cartão de débito e diferenciação de preços por meios de pagamentos.

Dentre as justificativas para a proposta, o senador citou que “há vários sinais de que a lucratividade do segmento supera o que seria de se esperar, em um ambiente competitivo.” Em relatório, analistas do Deutsche Bank liderados por Mario Pierry avaliaram que a chance de aprovação dessa proposta no curto e médio prazo é “remota”.

Ainda assim, os analistas citaram que o projeto “reforça nossa visão de que os riscos regulatórios no setor são elevados e não devem ser ignorados.” (Por Danielle Assalve; Edição de Aluísio Alves)