A chinesa que fez o IPO mais caro do ano nos EUA

ZTO Express conseguiu levantar 1,4 bilhão de dólares — o maior valor alcançado por uma chinesa no mercado norte-americano desde o Alibaba

São Paulo — A chinesa ZTO Express registrou, na última quarta-feira (26), a maior oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do ano nos Estados Unidos.

A companhia de entregas conseguiu levantar 1,4 bilhão de dólares na Bolsa de Nova York — o maior valor alcançado por uma chinesa no mercado norte-americano desde o Alibaba que, em 2014, conseguiu 25 bilhões de dólares.

No total, foram colocadas no mercado 72,1 milhões de ações, precificadas a 19,50 dólares cada uma. A ZTO esperava um preço bem menor, entre 16,50 e 18,50 dólares. Após a abertura do pregão desta quinta-feira (27), os papéis caíram cerca de 10%.

De acordo com a agência de notícias Reuters, a empresa deve usar cerca de 700 milhões de dólares para a compra de equipamentos, caminhões e terrenos.

Mundo

No mundo, o maior IPO do ano é do banco estatal chinês Postal Savings Bank of China (PSBC). Em setembro, a companhia conseguiu captar 7,4 bilhões de dólares com o lançamento de seus títulos na bolsa de Hong Kong.

O valor é quase o dobro do levantado pela dinamarquesa Dong Energy, que ocupa o segundo posto da lista dos IPOs mais caros de 2016 (veja mais no gráfico abaixo).