Kroton + Estácio; Indústria melhora…

Estácio + Kroton

As ações dos dois maiores grupos de educação do país, Kroton e Estácio, dispararam nesta quinta-feira e tiveram a maior alta do Ibovespa. As ações da Estácio subiram 24,1%; e as da Kroton, 13,4%. A alta aconteceu após a notícia — antecipada pela revista EXAME e confirmada em comunicado pela Kroton — de que a instituição fará uma oferta para comprar a Estácio. A Kroton pretende adquirir a empresa com uma troca de ações que seria de 0,977 ação da Kroton para cada ação da Estácio. De acordo com a agência de notícias Reuters, o conselho de administração da Estácio pretende se reunir ainda nesta semana para discutir a oferta de compra. Segundo uma fonte, o valor oferecido não reflete “o valor intrínseco e justo das ações da Estácio”.

_

Restoque + Inbrands

Outro rumor de fusão também impactou as ações do grupo de moda Restoque, dono de marcas como Dudalina, Le Lis Blanc e John John. Os papéis subiram 16% nesta quinta-feira. Segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, o conselho de administração da companhia aprovou uma fusão com a Inbrands, dona de grifes como Ellus, Richards e Herchcovitch, que deve ser anunciada até a sexta-feira 3.

_

Bolsa sobe

Com as notícias de fusão e a subida de 2,5% da Petrobras, o Ibovespa fechou o dia com alta de 1,78%. Essa foi a maior alta desde que Michel Temer assumiu a Presidência do país, em 12 de maio. Também contribuíram para a alta a aprovação pela Câmara da PEC que recria a desvinculação de receitas da união (DRU) de 2016 a 2023, e o bom desempenho dos bancos Itaú (1%) e Bradesco (3%).

_

Parente no comando

Em seu primeiro dia como presidente da Petrobras, o engenheiro Pedro Parente afirmou que a atual legislação sobre o pré-sal não atende aos interesses da empresa. Segundo Parente, a legislação mina a autonomia da empresa, que é obrigada por lei a ter 30% de participação e investimentos em novas áreas de prospecção no pré-sal. “Com a corrente situação financeira, se [a lei] não for revista, vai retardar a exploração”, afirmou. Para ele, tal atitude é “imperdoável para uma empresa listada em bolsa” e tira a liberdade da Petrobras de investir somente nas áreas mais economicamente viáveis.

_

Indústria melhora, pero no mucho

De acordo com o IBGE, a produção industrial cresceu 0,1% em abril, em relação ao mês de março. Embora tenha havido um aumento em 11 dos 24 setores pesquisados, o valor ainda é 7,2% menor do que o registrado em abril do ano passado. Nos cinco primeiros meses de 2016, a indústria teve queda acumulada de 10,5%. É o segundo mês em que o crescimento da indústria é positivo quando comparado ao mês anterior, fato que não acontecia desde o bimestre julho/agosto de 2014. Apesar disso, a produção hoje ainda é 20% abaixo do pico que teve em junho de 2013.