313 empresas em bolsa lucram menos em 2013, diz Economatica

O estudo mostra ainda que, dos 22 setores analisados, nove têm queda de lucratividade em 2013 na comparação com o ano anterior

São Paulo – O lucro acumulado de 313 empresas brasileiras de capital aberto recuou 3,4% em 2013 ante 2012, passando de R$ 130,953 bilhões para R$ 126,497 bilhões.

O levantamento é da consultoria Economatica, que aponta também que o setor com maior crescimento nominal do lucro no ano passado é o de construção, representado por 19 empresas.

Em 2012, o setor fechou com prejuízo de R$ 556,0 milhões, passando a lucro de R$ 3,615 bilhões em 2013, uma variação de R$ 4,171 bilhões.

O estudo mostra ainda que, dos 22 setores analisados, nove têm queda de lucratividade em 2013 na comparação com o ano anterior.

O setor mais afetado é o de mineração, que em 2012 fechou com lucro de R$ 8,98 bilhões contra prejuízo acumulado em 2013 de R$ 1,91 bilhão.

A Vale, principal representante do setor, viu seu lucro cair de R$ 9,73 bilhões em 2012 para R$ 115 milhões em 2013.

Se o resultado da Vale for excluído da amostra total, as 312 empresas restantes tiveram crescimento de 4,26% do lucro, segundo a Economatica, passando de R$ 121,21 bilhões em 2012 contra R$ 126,3 bilhões em 2013.

No setor bancário, que lidera o ranking de maior lucratividade em volume, os 25 bancos listados na amostra tiveram juntos lucro de R$ 45,742 bilhões em 2012 contra R$ 45,520 bilhões em 2013, variação de -0,49%.

Por empresa, o maior lucro de 2013 foi da Petrobras (R$ 23,570 bilhões). O maior prejuízo foi o da Eletrobras, que reportou resultado negativo de R$ 6,287 bilhões no ano passado.