10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Bancos de investimento estrangeiros estão reforçando aposta de alta para as ações do Brasil

São Paulo – Confira as principais novidades do mercado desta terça-feira (02):

Bancos estrangeiros voltam a apostar em ações no Brasil

A maioria dos bancos de investimento estrangeiros está reforçando recomendações otimistas para o mercado de ações brasileiro, de acordo com o Valor Econômico.

UBS, Citi, BofA, JPMorgan e Credit Suisse ainda veem espaço para ganhos no Ibovespa, apesar de uma alta acumulada de 30,9% no ano, com a justificativa de que os lucros das empresas devem melhorar.

Goldman Sachs prevê queda de ações nos próximos 3 meses

O rali recente que elevou as ações a níveis históricos está prestes a encontrar um obstáculo, segundo uma nova nota do Goldman Sachs.

De fato, a equipe do banco, liderada por Christian Mueller-Glissmann, estima que o S&P 500 e o STOXX Europe 600 cairão cerca de 10 por cento nos próximos três meses.

“Considerando que as ações continuam caras e que o crescimento dos resultados é ruim, na nossa opinião as ações estão atualmente bem no teto de sua faixa ’gorda e estável’”, escrevem.

Bancos perdem R$ 10 bilhões com Sete Brasil

As perdas de Banco do Brasil, Bradesco, Itaú, Santander e Caixa com a Sete Brasil somam cerca de R$ 10 milhões, segundo o Valor Econômico, mesmo com a venda das sondas da empresa.

Após o desconto dos impostos, o impacto no resultado final do balanços dos bancos seria de R$ 5,5 bilhões.

Engevix registra perdas de R$ 700 milhões com Petrobras

A Engevix Engenharia estimou perdas de R$ 700 milhões em contratos com a Petrobras desde 2011.

Segundo o Valor Econômico, a empresa informou ainda que está negociando um acordo de leniência com a CGU para “aperfeiçoar seus controles internos”.

Lucro líquido da Duratex cai 98% para R$723 mil

A companhia de insumos para construção civil Duratex anunciou que teve lucro líquido de 723 mil de reais no segundo trimestre, queda de 98 por cento ante lucro de 38,4 milhões de reais um ano antes.

No primeiro trimestre, a Duratex teve prejuízo líquido de 29,6 milhões de reais.

O resultado operacional da empresa medido pela geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) somou 210,5 milhões de reais para o período, queda de 13,5 por cento na comparação anual.

Cielo tem lucro líquido de R$1,03 bi, alta de 15% ante 2015

A Cielo viu seu lucro crescer no segundo trimestre, apoiado em leve aceleração do consumo, o que a fez elevar as projeções para o setor em 2016, embora as margens tenham continuado a trajetória de queda.

A maior operadora de meios eletrônicos de pagamento do país anunciou nesta segunda-feira que seu lucro líquido do período somou 1,03 bilhão de reais, alta de 13,5 por cento ante mesma etapa de 2015.

Reflexo principal da alta de 9,9 por cento das operações com cartões de crédito e de débito, a receita líquida operacional somou 3,07 bilhões de reais, avanço de 9,8 por cento em relação ao mesmo período do ano passado.

Petrobras critica impostos criados pelo governo do Rio

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, criticou as duas novas taxas cobradas pelo governo do Rio de Janeiro sobre a produção de petróleo.

Segundo o Valor Econômico, uma das taxas é o ICMS sobre a produção de petróleo e outra é relativa à fiscalização da atividade.

Meirelles promete esforço para evitar aumento de imposto

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, garantiu que o governo fará “o maior esforço possível” para não ser necessário aplicar aumentos de impostos.

“Evidentemente que teremos de fazer previsão sobre, em primeiro lugar, a evolução da arrecadação tributária para 2017, que tem caído muito este ano e caiu um pouco no ano passado e nos anos anteriores e, na medida em que haja uma recuperação da economia, espera-se que possa haver uma arrecadação”, disse, antes de participar de evento da revista Época Negócios, em São Paulo.

Agosto não é um bom mês para moedas do mercado emergente

As moedas dos países em desenvolvimento tiveram um ótimo período desde o rescaldo do voto pelo Brexit e registraram um avanço nos últimos 30 dias, aproximadamente, que só foi superado uma vez em quatro anos e meio.

Agora, os ganhos podem estar perto de chegar a um fim abrupto — tudo por causa de uma peculiaridade histórica.

As moedas dos mercados emergentes caíram em sete dos últimos dez meses de agosto.

É quase impossível saber por que isso aconteceu: a Aviva diz que isso é uma “coincidência”, mas outros atribuem esse efeito ao fato de os investidores reduzirem a posse de ativos considerados mais arriscados caso estejam de férias.

China avalia fusões para criar gigantes da siderurgia

A China está estudando uma ampla reformulação de sua indústria siderúrgica que consolidaria grandes produtoras em duas gigantes, uma delas localizada no norte e a outra no sul do país, segundo pessoas com conhecimento do plano.

A Hebei Iron & Steel Group, maior usina do país em produção, e a Shougang Group serão combinadas na Northern China Steel Group e a produtora número 2, a Shanghai Baosteel Group, e a Wuhan Iron & Steel Group serão unidas na Southern China Steel Group, disseram as pessoas, que pediram anonimato porque a informação é confidencial.

As ações das unidades listadas da Hebei e da Shougang subiram com as notícias.