10 novidades do mercado que você precisa saber

MMX nega pedido de recuperação judicial

São Paulo – Veja o que você precisa saber.

1- Julgamentos de processos de Eike devem ficar para 2015. O julgamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de mais de uma dezena de processos contra o empresário Eike Batista, atuais e ex-executivos do Grupo EBX tendem a ficar para 2015, em momento de provável quórum reduzido de diretores na autarquia.

2- Glencore cumpre promessa com programa de recompra de US$1 bi. O grupo de commodities Glencore se tornou a primeira das grandes mineradoras a honrar promessas de remunerar acionistas, anunciando um programa de recompra de ações de até 1 bilhão de dólares, após divulgar lucro do primeiro semestre acima das previsões do mercado.

3- Minoritários da Portugal Telecom processam executivos. Acionistas minoritários da Portugal Telecom (PT) ajuizaram nesta segunda-feira, 18, ação popular contra a atual equipe de gestão da tele.

4- Vale conclui venda de 26,5% da VLI para Brookfield. A Vale concluiu a venda por 2 bilhões de reais de participação de 26,5% no capital total da empresa de logística VLI para o fundo de investimento da Brookfield Asset Management, informou a mineradora na terça-feira.

5- MMX nega pedido de recuperação judicial. A MMX Mineração e Metálicos, do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, divulgou comunicado no qual nega que esteja para entrar com pedido de recuperação judicial.

6- Silvio Santos depõe no caso do rombo no Panamericano. O empresário e comunicador Silvio Santos depôs, na terça-feira, 19, na Justiça Federal como testemunha de defesa de um dos réus na ação penal sobre o rombo de R$ 4,3 bilhões no Banco Panamericano, que um dia fez parte do seu conglomerado e quebrou em 2010. “Me diziam que o banco era uma maravilha”, afirmou Silvio, ao ser indagado se tinha conhecimento das fraudes.

7- Lucro líquido da Heineken cai 1,3% no 1º semestre. A cervejaria Heineken informou que obteve um lucro líquido de 631 milhões de euros (1,34 euro por ação) no primeiro semestre de 2014, um registro 1,3% menor do que os 639 milhões de euros alcançados no mesmo período do ano passado.

8- Eletrobras quer repassar dívida de R$ 1,7 bilhão. Do total de dívida de R$ 4,9 bilhões que a Eletrobras reconhece junto à BR Distribuidora, R$ 1,7 bilhão podem sobrar para o Tesouro Nacional. Essa é a vontade da Eletrobras, mas, para que isso ocorra, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve arbitrar o caso. A dívida diz respeito ao gasto com combustível pela Eletrobras para que fosse usado nas térmicas da região Norte do País, isoladas do restante do sistema interligado.

 

9- Auditoria emite relatório sobre a Oi com ressalva. O relatório de revisão das informações trimestrais da Oi, referente ao segundo trimestre deste ano, foi emitido com ressalva pela KPMG Auditores Independentes. Os motivos são incertezas geradas com o acordo fechado entre a Oi e a Portugal Telecom (PT), em julho, após um calote tomado pela tele portuguesa, com que está em processo de fusão.

10- Sindicato discute paralisação da Marfrig no RS. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação de Alegrete, Marcos Rosse, afirmou nesta terça-feira, 19, que se reunirá nesta quarta-feira, 20, com representantes do governo gaúcho, em Porto Alegre, para tratar da suspensão das operações da unidade da Marfrigem Alegrete, no interior do Estado.