10 notícias para lidar com os mercados nesta sexta-feira

OSX tem prejuízo 42% menor no 2º trimestre; desemprego sobe na Espanha e vai a 24,63%

São Paulo — Aqui está o que você precisa saber.

1- OSX tem prejuízo 42% menor no 2º trimestre. A OSX teve prejuízo líquido de 6,3 milhões de reais no segundo trimestre, 42 por cento menor que o resultado negativo de 10,9 milhões apresentado um ano antes, informou a empresa na noite de quinta-feira. No acumulado do primeiro semestre, porém, a empresa acumula lucro de 3,9 milhões de reais, contra prejuízo de 32,8 milhões de reais um ano antes, de acordo com dados divulgados no padrão contábil IFRS.

2- Facebook perde US$ 24 bilhões em valor de mercado desde IPO. As ações do Facebook (FB) despencaram na Nasdaq após a empresa apresentar um resultado que ficou abaixo do esperado pelo mercado. Os papéis, que terminaram o dia em forte baixa de 8,5% na negociação normal, cotados a 26,84 dólares continuaram a cair nas operações pós-mercado (after-market). Na mínima, a baixa foi de 11%, para 23,90 dólares cada papel.

3- Desemprego sobe na Espanha e vai a 24,63%. O número de desempregados na Espanha aumentou em 53.500 pessoas no segundo trimestre do ano, chegando agora a 5.693.100 pessoas, o que elevou a taxa de desemprego a 24,63% da população ativa. Com essa nova alta do desemprego, agora já são quatro trimestres seguidos de dados negativos.

4- Vale revisa para baixo preços e metas de produção. A Vale vai revisar para baixo estimativas de preços de minério de ferro e metas de produção de metais em meio ao enfraquecimento da demanda por produtos e à suspensão das operações de unidades de níquel da companhia, revelaram executivos da empresa nesta quinta-feira. Entre outros desafios, a mineradora também deverá enfrentar nova batalha envolvendo a cobrança de royalties junto ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), em meio a pressões do mercado por melhores resultados.

5- Itália capta 8,5 bi de euros com os juros mais baixos. O Tesouro Público da Itália captou nesta sexta-feira 8,5 bilhões de euros em títulos a seis meses e com juros de 2,45%, abaixo dos 2,95% de junho passado, alcançando a taxa mínima desde maio. A demanda alcançou 13,72 bilhões de euros, quantia 1,61 vez maior do que o da captação final.


6- Bolsas da Ásia têm alta com declaração do BCE. À exceção da China, os mercados asiáticos encerraram em forte alta nesta sexta-feira. As declarações do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, de que fará o que for necessário para “preservar o euro”, trouxeram otimismo aos investidores da região sobre a solução dos problemas na zona do euro.

7- Dólar cai 0,71% após presidente do BCE sinalizar novas ações. O dólar encerrou em queda ante o real pela segunda sessão seguida nesta quinta-feira, com os investidores mais otimistas ante a expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) possa tomar medidas para solucionar a crise na zona do euro, conforme sinalizado pelo presidente do BCE, Mario Draghi.
O dólar fechou com queda de 0,71 por cento, cotado a 2,0224 reais na venda. Durante o pregão, a moeda norte-americana chegou a cair ainda mais, atingindo a mínima de 2,0189 reais, enquanto a máxima foi de 2,0285 reais.

8- Crédito cresce e inadimplência cai pela 1ª vez desde março. O crédito total disponibilizado pelo sistema financeiro no Brasil subiu 1,5 por cento em junho, chegando a 50,6 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), ou 2,167 trilhões de reais, informou o Banco Central nesta quinta-feira.

9- Quanto as principais economias do mundo vão crescer até 2016. Os economistas do Citi refizeram suas projeções globais e apontaram quanto as principais economias do mundo podem crescer (ou encolher) até 2016. No relatório “Global Economic Outlook and Strategy”, o economista-chefe, Willem Buiter, ao lado de sua equipe, reduziu a projeção de crescimento global para este ano dos 2,6% estimados no mês passado, para 2,5%. Para 2013, a projeção aumentou um pouco e passou de 2,7% para 2,8%.

10- TIM anuncia investimentos de R$ 9,5 bilhões até 2014. A operadora de telefonia celular Telecom Itália (TIM) apresentou ao Governo Federal um plano de investimentos até 2014 para melhorar seus serviços no valor de R$ 9,5 bilhões, quase o dobro do que havia sido inicialmente divulgado.

Bônus- Fitch confirma rating do Brasil; perspectiva é estável. A agência de classificação de risco Fitch manteve nesta quinta-feira o rating soberano do Brasil como “BBB”, com perspectiva estável. “A economia do Brasil perdeu o ritmo significativamente e a desaceleração econômica mostrou ser mais profunda e longa do que o previsto. No entanto, a Fitch espera o crescimento do Brasil acelerando de 2,5 por cento em 2012 para 4,5 por cento no próximo ano”, disse a agência em comunicado.

Com Reuters, Agencia Estado, EFE e Agencia Brasil