10 notícias para lidar com os mercados nesta sexta-feira

Inflação oficial registra maior taxa desde 2004; CCR assina aditivo que altera reajuste de pedágios

São Paulo – Aqui está o que você precisa saber:

1 – Inflação oficial registra maior taxa desde 2004. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou 2011 com uma taxa acumulada de 6,5%, o maior resultado desde 2004, quando o índice subiu 7,6%. O indicador também superou o resultado de 2010, quando a taxa ficou em 5,91%, e atingiu o teto da meta estipulada pelo Banco Central (BC) para 2011, de 4,5%, com margem de 2 pontos percentuais para baixo ou para cima.

2 – OGX revê cronograma e inicia produção em 28 de janeiro. A empresa comunicara na última segunda-feira, dia 2, que a produção do seu primeiro óleo estava prevista para 23 de janeiro. Na mesma ocasião, a OGX informou que obteve licença de operação para realizar o teste de longa duração no campo de Waimea, na Bacia de Campos, onde a plataforma OSX 1 será instalada.

3 – Bradesco capta US$ 750 milhões com o juro no piso esperado. O banco aproveitou o bom momento do mercado aberto pelas operações de vendas de títulos do Tesouro Nacional e da Vale e captou 750 milhões de dólares em uma emissão sênior de papéis com vencimento de 5 anos na quinta-feira. O juro ficou no piso do estimado pelos coordenadores da oferta e a demanda acima de 2 bilhões de dólares.

4 – CCR assina aditivo que altera reajuste de pedágios. As controladas da CCR AutoBAn, ViaOeste, SPVias e Renovias assinaram hoje com a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) aditivos modificativos aos contratos de concessão para alterar as regras para o reajuste dos pedágios nas rodovias administradas por essas empresas.

5 – Barbassa: Petrobras deve emitir bônus em dólar em 2012. A última emissão de bônus da Petrobras em dólar foi feita em janeiro de 2011, quando a empresa colocou US$ 6 bilhões em títulos de 5, 10 e 30 anos. “Uma emissão em dólar neste ano é muito provável”, afirmou o diretor financeiro da Petrobras, Almir Barbassa.

6 – Lupatech dispara na renda fixa após aquisição de perfuradora. Já os custos de captação da empresa caíram para o menor nível em três meses. Os rendimentos dos títulos perpétuos em dólar da Lupatech com cupom de 9,875 por cento caíram 233 pontos-base desde 29 de dezembro, quando a empresa anunciou planos de incorporar a perfuradora San Antonio Brasil, para 12,87 por cento esta semana, o menor nível desde 30 de setembro, segundo dados compilados pela Bloomberg.


7 – ‘França já é tratada como triplo B’, diz economista-chefe da S&P. ‘Apesar de seu triplo A, os investidores hoje tratam a França como se tivesse uma qualificação triplo B’, declara nesta sexta-feira no diário ‘Le Parisien’ o economista, que antecipa que a eventual vitória da esquerda nas eleições presidenciais deste ano não influirá decisivamente na avaliação do país.

8 – Lagarde descarta fim do euro em 2012. A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, descartou nesta sexta-feira o fim do euro em 2012, durante uma visita a Johannesburgo. “O fim do euro acontecerá em 2012? Minha resposta é: não acredito. É improvável que a moeda única desapareça em 2012”, afirmou.

9 – Confiança econômica recua em dezembro na UE e na Eurozona. A confiança econômica recuou ligeiramente em dezembro na zona do euro e na União Europeia (UE), enquanto a empresarial melhorou na Eurozona, revelou o Indicador de Sentimento Econômico (ISE) e o Indicador de Clima Empresarial (ICE) publicados nesta sexta-feira pela Comissão Europeia.

10 – Knot: euro pode entrar em colapso com saída da Grécia. A saída involuntária do país, provocada pelos mercados financeiros, poderia explodir a moeda do bloco, segundo o conselheiro do Banco Central Europeu Klaus Knot. Knot – que também é presidente do Banco Central Holandês – afirmou que a permanência da Grécia está nas mãos dos eleitores gregos

Bônus: Maior gestora do mundo traça 2 cenários para os mercados em 2012. Black Rock divide as possibilidades em uma projeção um pouco otimista e outra em que quase tudo pode dar errado.

Bônus 2: BTG negocia entrada no bloco de controle da Hypermarcas, diz Estadão. A informação está no blog da jornalista Sonia Racy, que não traz mais informações.