10 notícias para lidar com os mercados nesta segunda-feira

Índices futuros nos EUA operam em alta após avanço nos preços das commodities, incluindo petróleo e cobre; dólar cai ante o euro e bolsas europeias registram perdas

São Paulo – Aqui está o que você precisa saber:

1 – Agenda: FGV divulga índices de inflação; Tombini está na Suíça. A Fundação Getúlio Vargas divulga índices de inflação no Brasil no início da manhã. Às 10h00, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) informa a utilização de capacidade instalada. À noite, a China apresenta os resultados da balança comercial e de importações. O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, participa de reunião de presidentes de bancos centrais, em Basileia, na Suíça.

Temporada de resultados: no calendário corporativo, Gafisa, Credicorp, Banco ABC Brasil, Randon Participações, Marcopolo, Even e Hypermarcas publicam seus resultados. Nos Estados Unidos, Tyson Foods divulga seus números. Na Europa, HSBC Holdings e WestLB divulgam seus balanços.

2 – Mercados: commodities sobem com economia global; dólar cai. As commodities como o petróleo e o cobre sobem e os índices futuros apontam alta para as ações em Nova York com o otimismo com a economia global. Os dados de emprego na sexta-feira (6) nos Estados Unidos e a expectativa por números esta semana na China e outros países motivam os negócios. O dólar recua ante o euro e as bolsas europeias caem. O mercado de juros pode reagir hoje a dados e projeções de inflação e às vendas no varejo na quinta-feira.

3 – Focus mostra corte em projeções para IPCA em 12 meses e 2011. O IPCA deve fechar o ano de 2011 em 6,33%, abaixo dos 6,37% da pesquisa anterior, segundo a projeção mediana de cerca de 100 economistas ouvidos pelo Banco Central. A previsão do mercado para o IPCA em 12 meses passou de 5,34% para 5,27%. Para o IPCA no final de 2012, a estimativa foi mantida em 5%.

4 – Títulos atrelados à inflação caem com IPCA abaixo de previsões. A inflação abaixo do esperado em abril levou à maior queda em dois meses para os títulos do governo atrelados aos preços ao consumidor. A taxa das Notas do Tesouro Nacional série B com vencimento em 2012 subiu 20 pontos-base na sexta-feira após o IBGE divulgar que o IPCA acumulou uma alta de 6,51% nos 12 meses até abril, menos do que a estimativa mediana de 6,59% de uma pesquisa da Bloomberg.

5 – Mantega diz que combate à inflação não afetará economia. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que os esforços do governo para desacelerar a inflação não vão impedir que a economia cresça em um ritmo “sustentável”, em entrevista concedida à Folha de S. Paulo. “Nós estamos conseguindo calibrar uma redução de demanda, uma redução de crédito, uma redução de gastos”, afirmou. “Porém não é para derrubar a economia. Os investimentos vão continuar.”

6 – Vale elevará investimento em Moçambique a US$ 4 bilhões, diz Agnelli. A mineradora vai dobrar os investimentos no país africano nos próximos quatro anos, disse o presidente da empresa, Roger Agnelli. A maior produtora mundial de minério de ferro já investiu 2 bilhões de dólares por lá desde que comprou a mina de carvão de Moatize, em 2004.

7 – OGX tem prejuízo líquido de R$ 33,9 milhões no 1º trimestre. A OGX Petróleo e Gás Participações registrou prejuízo líquido de 33,9 milhões de reais no primeiro trimestre, segundo comunicado enviado na sexta-feira à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A companhia controlada pelo bilionário Eike Batista encerrou o trimestre com 4,1 bilhões de reais em caixa, ou aproximadamente 2,5 bilhões de dólares.

8 – Despesas pesam e lucro da Hypermarcas cai 40% no 1º trimestre. A Hypermarcas informou nesta segunda-feira que encerrou o primeiro trimestre com lucro líquido de 32,9 milhões de reais, o que representa uma queda de 40,3% em relação ao ganho apurado um ano antes, pressionado por um aumento de despesas operacionais decorrente das aquisições realizadas no último ano.

9 – Oferta de ações da LinkedIn pode movimentar US$ 274 milhões. A rede social LinkedIn pode movimentar até 274 milhões de dólares com uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), informou a companhia nesta segunda-feira. A empresa vai oferecer 7,8 milhões de ações por preço que ficará entre uma faixa de 32 e 35 dólares o papel. Do total ofertado, 4,8 milhões de ações estão sendo distribuídos pela empresa e o restante pelos acionistas vendedores.

10 – BIS dá sinal de alerta sobre fundos de investimento ETF, diz jornal. O Banco Internacional de Compensações (BIS), espécie de banco central dos bancos centrais, deu um sinal de alerta sobre os fundos de investimentos conhecidos como ETFs (Exchange Traded Funds) pelo novo potencial de risco que alguns deles trazem para a estabilidade dos mercados financeiros, informa a reportagem do jornal Valor Econômico.

Bônus: FGV: inflação pelo IGP-DI é de 0,50% em abril. A inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) perdeu força em abril. O índice registrou alta de preços de 0,50% no mês passado, após avançar 0,61% em março, segundo informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A taxa mensal do IGP-DI veio dentro das estimativas dos analistas, que esperavam uma elevação entre 0,30% e 0,53%.