10 notícias para lidar com os mercados nesta quinta-feira

Fitch acredita que contágio será mínimo se a Grécia deixar o euro; Cade aprova por unanimidade fusão de Raia e Drogasil

São Paulo – Aqui está o que você precisa saber:

1 – Cade aprova por unanimidade fusão de Raia e Drogasil. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou na quarta-feira, por unanimidade, a fusão entre as redes de farmácias Raia e Drogasil. Segundo o conselheiro relator, Ricardo Ruiz, a aquisição da Raia pela Drogasil não tem potencial de gerar danos à concorrência nesse mercado. A associação entre Raia e Drogasil foi anunciada pelas empresas em julho do ano passado.

2 – Família Klein contrata assessores para avaliar Viavarejo.
A família Klein contratou o Citigroup e a Arion Capital como assessores para comprar a parte da Cia. Brasileira de Distribuição Grupo Pão de Açúcar (PCAR4 ) na Viavarejo (GLOB3) por um valor de até R$ 3,5 bilhões, de acordo com duas pessoas familiarizadas com o assunto. Samuel Klein e seu filho Michael têm uma fatia de 47 por cento na Via Varejo, com sede em São Caetano do Sul, que possui um valor de mercado de R$ 6,2 bilhões, de acordo com informações da Bloomberg.

3 – CPFL deve aumentar os dividendos após 2013, diz corretora. A CPFL Energia (CPFE3) deve continuar a ser uma boa alternativa para investidores com foco em dividendos, que podem aumentar após 2013, mostra uma análise da corretora Concórdia. Os analistas Leonardo G. Zanfelicio e Karina Sanches elevaram a recomendação para as ações de manter para compra e o preço-alvo de 23,78 reais para 30,20 reais. O potencial de valorização é de aproximadamente 24,6%.

4 – Para Fitch, se a Grécia deixar o euro, contágio será mínimo
. A agência de classificação Fitch Ratings considera mais provável, no caso de saída da Grécia da Eurozona, uma resposta eficaz do bloco e um efeito de contágio mínimo que um cenário mais obscuro, afirmou Douglas Renwick, diretor sênior da empresa.”No caso de saída, esperamos uma resposta política forte das autoridades europeias”, declarou, o que representaria a manutenção das notas dos outros países da Eurozona, segundo o cenário imaginado pela Fitch.

5 – Empresa recebe licença ambiental para fábrica no Superporto de Açu, diz LLX. A LLX Logística (LLXL3) disse que a NKT Flexibles Indústria e Serviços de Tubos Flexíveis Ltda recebeu licença ambiental para fabricar tubos flexíveis no Superporto de Açu, no Rio de Janeiro. A NKTF vai iniciar imediatamente a construção da unidade, disse a LLX em comunicado ao mercado.


6 – PIB revisado derruba papéis de empresas no mercado de dívida. Os rendimentos dos títulos de dívida corporativa brasileira dispararam para o maior nível em cinco meses. A alta reflete o receio de que a crise da dívida europeia prejudique a recuperação da maior economia da América Latina. O prêmio de juros que os investidores pedem para aceitar dívidas denominadas em dólar de empresas brasileiras no lugar de títulos do governo subiu 35 pontos-base, para 181, o maior desde 15 de dezembro, segundo dados do JPMorgan Chase & Co. O número é comparado ao aumento de 0,26 ponto percentual no prêmio pedido por títulos de empresas na Rússia, para 143. Na China, o rendimento extra pedido por investidores encolheu 31 pontos- base, para 357.

7 – Brazil Pharma muda precificação de oferta de ações para 21. A Brazil Pharma (BPHA3), holding de farmácias controlada pelo BTG Pactual, alterou a data da fixação do preço por ação em sua oferta pública primária e secundária de ações para 21 de junho, conforme prospecto enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na terça-feira. Anteriormente, a precificação dos papéis estava programada para 20 de junho, último dia do período de reserva, que tem início no dia 5 do próximo mês. O início da negociação das novas ações foi mantido em 25 de junho.

8 – Cade aprova alienação de ativos da BRF para Marfrig.
O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou na quarta-feira, por unanimidade, o cumprimento da primeira fase do Termo de Compromisso de Desempenho (TCD) firmado no processo de fusão da Sadia com a Perdigão que deu origem à Brasil Foods (BRF). Essa fase correspondia à alienação de ativos do grupo para um concorrente, que no caso foi a Marfrig.

9 – Alemanha: PIB sobe 0,5% no primeiro tri ante quarto tri. A economia alemã cresceu 0,5% no primeiro trimestre deste ano na comparação com o trimestre anterior, respeitando ajustes sazonais de preços e de calendário, informou nesta quinta-feira, o Escritório Nacional de Estatísticas (Destatis). Em bases anuais, a economia cresceu 1,2% nos mesmos termos ajustados.

10 – HP tem lucro de US$ 1,59 bilhão no 2º tri fiscal. A Hewlett-Packard (HP) anunciou nesta quarta-feira que teve um lucro líquido de US$ 1,59 bilhão no segundo trimestre fiscal (fevereiro/abril), com queda de 31% em relação ao lucro de US$ 2,3 bilhões registrado em igual período do ano anterior. O lucro por ação ficou em US$ 0,80 no primeiro trimestre fiscal de 2012, de US$ 1,05 em igual período de 2011. A receita líquida ficou em US$ 30,7 bilhões, com queda de 3% em relação ao mesmo período do ano passado. A margem operacional ficou em 7,2%, de 9,4% um ano antes.

Bônus: Bolsa se aproxima de nível que não é quebrado desde 1994