10 notícias para lidar com os mercados nesta quinta-feira

Bolsas internacionais recuam à espera de dados que sinalizem o desaquecimento na recuperação da economia dos EUA. No Brasil, mercado reage à decisão do Copom

São Paulo – Aqui está o que você precisa saber:

1 Mercados: temor por desaquecimento global afeta bolsas. Os principais índices internacionais caem à espera de dados de atividade nos Estados Unidos, além de outros já divulgados na Europa e na China que apontaram desaquecimento das economias. No Brasil, contrariando a cena externa, o Ibovespa Futuro sobe reagindo à decisão do Banco Central (BC) de cortar surpreendentemente a taxa básica de juros (Selic) para 12% ao ano. As commodities, como o petróleo e os metais, assim como os juros dos títulos do Tesouro americano, estão em queda.

2 Copom surpreende e reduz taxa Selic para 12% ao ano. O Comitê de Política Monetária (Copom) surpreendeu boa parte dos analistas e decidiu reduzir a taxa básica de juros em 0,50 ponto percentual, para 12% ao ano. A decisão não foi unânime, sendo que dois votos foram para a manutenção dos juros em 12,50%. A autoridade monetária interrompe o ciclo de altas sucessivas que já acontecia há cinco reuniões. O primeiro aumento desta sequência ocorreu na primeira reunião do ano, em 19 de janeiro, quando a taxa passou de 10,75% a 11,25%.

3 As ações que mais ganharão com a queda dos juros. A decisão do Copom de reduzir a taxa Selic para 12% ao ano esquentou a expectativa de que uma nova rodada de diminuição dos juros deve ser iniciada. Diante deste cenário, o Merrill Lynch listou 10 ações do setor de consumo que mais devem se beneficiar. A ordem da seleção é dada pelos papéis que apresentam menor relação de preço sobre o lucro. Lideram o ranking a PDG Realty, Itaú Unibanco, MRV Engenharia e Cyrela.

4 Desempenho: as ações que mais perderam e ganharam em agosto. As ações da Marfrig despencaram 49,4% em agosto e ocuparam o lugar do pior desempenho da bolsa brasileira no mês. A performance ficou muito abaixo da atingida pelo Ibovespa, que caiu 3,96% no período, aos 56.495 pontos. Na outra ponta do índice, as ações da fabricante de bebidas AmBev brilharam com uma valorização de 21%.

5 Governo estuda taxar banco para custear saúde, diz jornal. O governo examina propostas para taxar lucros de bancos e remessas de dinheiro para o exterior, informa reportagem do jornal O Estado de S. Paulo. As duas sugestões foram apresentadas ontem, em reunião no Palácio do Planalto, como alternativas para obter mais recursos para o sistema público de saúde na regulamentação da Emenda 29. A lista de opções inclui, ainda, uma nova taxação de cigarros e bebidas, o aumento da alíquota do seguro de danos pessoais causados por veículos (DPVAT) e a utilização do dinheiro dos royalties do pré-sal.

6 Dono da GWI fica devedor na BM&FBovespa, diz jornal. O coreano Mu Hak You, dono da gestora GWI, deixou de liquidar débitos de operações realizadas na bolsa, agora na pessoa física. Toda vez que um investidor se torna inadimplente, ele fica impedido de negociar no mercado até quitar as obrigações. A expectativa era que, após a reabertura dos nove fundos da GWI, anunciada na segunda-feira pelo BNY Mellon, Mu Hak resgataria parte das cotas para pagar as obrigações do fundo Private, que tinha patrimônio negativo de 29 milhões de reais. O anúncio da bolsa indica, porém, que isso não ocorreu ainda e que também Mu Hak passou a ser inadimplente, informa a reportagem do jornal Valor Econômico.

7 Vale: produção de aço da China deve se recuperar no 4º trimestre. A produção de aço da China provavelmente vai se recuperar no quarto trimestre após uma desaceleração nos três meses anteriores, disse Luiz Meriz, presidente da Vale na China, durante uma conferência hoje em Jinan. De acordo com reportagem da Bloomberg, o país asiático deve produzir 700 milhões de toneladas de aço este ano.


8 Petros e Funcef serão sócios de dono do JBS em celulose. Os fundos de pensão Petros (Petrobras) e Funcef (Caixa Econômica Federal) bateram o martelo e vão entrar como sócios na Eldorado, a fábrica de celulose que a família Batista, dona do frigorífico JBS, está construindo em Mato Grosso do Sul. A decisão foi tomada na semana passada, depois de um ano de negociação. Hoje, os parceiros se reúnem em São Paulo para preparar os documentos da nova empresa, como o acordo de acionistas e o estatuto social.

9 Eletrobras quer comprar sozinha fatia de 20% da EDP. A Eletrobras tem interesse em adquirir sozinha os 20% de participação na Energias de Portugal (EDP) que o governo português pretende colocar à venda em leilão, disse ontem o presidente da estatal, José da Costa Carvalho Neto, após participar de evento. O executivo contou que a empresa ainda está montando o plano de atuação na oferta da fatia do governo português na EDP, mas que em princípio deve disputar as ações sozinha, sem participação de outras empresas.

10 MMX vê reservas mais que dobrarem com nova auditoria. A MMX, mineradora de Eike Batista, divulgou um novo relatório sobre suas reservas de minério de ferro. A conclusão da consultoria independente SRK é que a MMX possui reservas totais de 3,1 bilhões de toneladas. O volume é 106% maior que o divulgado em março, na auditoria anterior. As minas de Serra Azul e Pau de Vinho somaram 2,5 bilhões de toneladas de minério de ferro. Ambas pertencem ao sistema MMX Sudeste.

Bônus I OGX encontra evidências de óleo em poço da Bacia de Campos. A OGX Petróleo & Gás, petrolífera controlada pelo bilionários Eike Batista, encontrou evidências de óleo em um poço do bloco C- M-592, na Bacia de Campos, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A descoberta, feita no poço 3OGX56DRJS, ainda não foi declarada comercialmente viável. A OGX detém 100% do poço, segundo informações da Bloomberg.

Bônus II Lupatech anuncia novo CEO e faz mudanças na diretoria. A Lupatech, empresa que atua no segmento de petróleo e gás, anunciou ontem, após o fechamento dos mercados, que Alexandre Monteiro é o novo CEO da companhia. O executivo, que ocupava o cargo de vice-presidente de finanças, continuará respondendo também pela diretoria de relações com investidores.

Bônus III Localiza toma empréstimo de US$ 75 mi junto a Bank of America. A Localiza Rent a Car disse ontem em comunicado que tomou empréstimo de 75 milhões de dólares junto ao Bank of America Merrill Lynch para pagar em até seis anos. Simultaneamente, fez uma operação de swap nas mesmas condições trocando a exposição ao risco de câmbio por 102,5% do CDI. Os recursos estarão disponíveis para a Localiza em novembro de 2011, disse a empresa.

Fique por Dentro

> Alemanha cresce 0,1% no 2º trimestre ante 1º trimestre. O Escritório Federal de Estatísticas da Alemanha (Destatis) confirmou sua estimativa original de crescimento da economia no segundo trimestre do ano, de 0,1%, e disse que o investimento ajudou a puxar a expansão. O órgão confirmou que o Produto Interno Bruto (PIB) teve crescimento anual de 2,7% no segundo trimestre, em termos ajustados à inflação e ao calendário.

> Inflação pelo IPC-S fecha agosto em 0,40%, aponta FGV. O Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) subiu 0,40% até a quadrissemana finalizada em 31 de agosto, após cair 0,04% no indicador de até 31 de julho, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O desempenho também ficou acima do IPC-S imediatamente anterior, de até 22 de agosto (0,31%).