10 notícias para lidar com os mercados nesta quinta-feira

Bolsas internacionais caem acompanhando a perda das commodities. China eleva depósito compulsório e provoca aversão ao risco

São Paulo – Aqui está o que você precisa saber:

1 – Agenda: Tombini fala em seminário de metas de inflação. O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, abre hoje (12) o Seminário Anual de Metas de Inflação, promovido pelo BC no Rio de Janeiro. Entre os principais indicadores econômicos do dia, estão as vendas no varejo no Brasil e nos EUA, além dos dados de seguro-desemprego e inflação ao consumidor americano.

Temporada de resultados: No calendário corporativo brasileiro, são aguardados os números de MPX, LLX, Sabesp, Triunfo, Brookfield, Mills, Braskem, Banrisul, BM&FBovespa, CETIP, HRT, Copasa, MRV Engenharia, Brasil Ecodiesel, Banrisul, Fertilizantes Heringer, Cyrela Brazil Realty, Positivo, Pão de Açúcar, Rossi Residencial e AES Tietê. Na Europa, Repsol YPF, Allianz, Vivendi e Obrascon Huarte Lain apresentam seus balanços. Nos EUA, não estão previstos resultados que possam ter impacto no mercado.

2 – Mercados: bolsas caem e dólar sobe com perda de commodities. As bolsas internacionais caem acompanhando a perda das commodities. O receio de que a inflação leve países como a China a elevarem os juros, desacelerando o crescimento econômico, reduz a demanda por ativos de risco. O dólar sobe diante do euro e outras moedas. Os juros futuros e Petrobras também podem refletir notícia sobre redução dos preços dos combustíveis.

3 – As ações queridinhas que têm apanhado na bolsa. Lista aponta sete papéis de empresas indicadas por analistas e admiradas dentro de seus setores, mas que atravessam um momento ruim no mercado. São elas: Hypermarcas, OGX, Cyrela, Vale, Petrobras, Cosan e Usiminas.

4 – CPFL tem lucro líquido de R$ 466 milhões no 1º trimestre. A CPFL Energia fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de 466 milhões de reais, segundo comunicado enviado ontem à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O ganho foi 4,5% menor do que os 488 milhões de reais do mesmo período de 2010, disse a empresa.

5 – AES Eletropaulo tem lucro de R$ 281,9 milhões no primeiro trimestre. A AES Eletropaulo teve lucro de 281,9 milhões de reais no primeiro trimestre de 2011. O resultado representa um aumento de 27% em relação ao lucro do mesmo período do ano passado, segundo comunicado enviado pela companhia ontem.

6 – Ultrapar tem lucro de R$ 194 milhões no primeiro trimestre. A Ultrapar Participações fechou o primeiro trimestre com lucro líquido de 194 milhões de reais, um aumento de 58% em relação aos 123 milhões de reais do mesmo período do ano passado, informou a companhia em comunicado.

7 – Fibria supera Suzano na renda fixa com expectativas de upgrade. A Fibria Celulose, que busca recuperar nota de crédito em grau de investimento, está convencendo o mercado de renda fixa de que merece uma classificação de risco melhor. Segundo dados compilados pela Bloomberg, os títulos em dólar com vencimento em 2020 emitidos pela maior produtora mundial de celulose rendem 5,95%, ou seis pontos-base a menos do que as notas de prazo similar da Suzano Papel & Celulose, que tem classificação de risco melhor.

8 – Gafisa é reduzida e MRV e Brookfield elevadas no Morgan Stanley. A Gafisa, terceira maior construtora do Brasil por receita, teve sua recomendação reduzida de overweight (alocação acima da média do mercado) para equal-weight (alocação igual a média do mercado) pelo Morgan Stanley, segundo relatório citado pela Bloomberg. O preço-alvo da ação foi cortado de 19 reais para 12,50 reais. Os analistas do banco elevaram a recomendação da MRV Engenharia de equal-weight para overweight e da Brookfield Incorporações de underweight (alocação abaixo da média do mercado)para equal-weight.

9 – BM&FBovespa tem recomendação elevada pelo HSBC. A BM&FBovespa teve sua recomendação elevada de neutra para overweight pelo analista Victor Galliano do HSBC Holdings. O preço-alvo da ação para o analista é de 15 reais para cada papel da bolsa brasileira, conforme relatório obtido pela Bloomberg.

10 – China eleva depósito compulsório pela quinta vez este ano. A China elevou os depósitos compulsórios dos bancos pela quinta vez este ano para conter a alta dos preços, ampliando a possibilidade de que a segunda maior economia do mundo desacelere seu crescimento. A alíquota do compulsório vai aumentar em 0,5 ponto percentual a partir de 18 de maio, disse o banco central chinês. O compulsório atualmente é de 20,5% para os maiores bancos.

Bônus: Lucro da Vivo dispara no primeiro trimestre para R$ 710,2 milhões. A Vivo, controlada pela espanhola Telefónica, divulgou nesta quinta-feira lucro líquido de 710,2 milhões de reais no primeiro trimestre, crescimento de 270% ante o ganho de 192 milhões de reais registrado um ano antes. Em comunicado, a companhia afirmou que o resultado positivo reflete “a melhor performance operacional, as menores despesas com depreciação e o melhor resultado financeiro”.