10 notícias para lidar com os mercados nesta quinta-feira

Fed anuncia que vai começar a diminuir programa de estímulo; Redução faz BC estender leilões

São Paulo – Veja o que você precisa saber nesta quinta-feira.

1. Fed anuncia que vai começar a diminuir programa de estímulo

O Federal Reserve anunciou ontem, após sua última reunião neste ano, que vai começar a diminuir o QE (quantitative easing), programa de compras de ativos para estimular a economia. O ritmo de 85 bilhões de dólares por mês será reduzido para 75 bilhões de dólares a partir de janeiro. A taxa de juros não foi modificada e só deve subir quando o desemprego cair abaixo de 6,5% e a inflação superar 2,5%.

2. Redução de estímulos do Fed faz BC estender leilões

A diminuição dos estímulos monetários para a economia norte-americana fez o Banco Central brasileiro estender, por seis meses, o programa de leilões de venda de dólares no mercado futuro, que ajuda a segurar o câmbio. As operações, que acabariam no fim do ano, foram prorrogadas até 30 de junho de 2014. O programa, no entanto, passará por ajustes.

3. Decisão do Fed significa menos turbulência, diz Mantega

Sobre a decisão do Fed, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que ela “foi boa, pois significa menos turbulência no câmbio”. “O Fed anunciou uma redução de US$ 10 bilhões em janeiro, mas não se comprometeu a repetir esse (ritmo de corte) nos meses seguintes”, disse o ministro. Diante disso, Mantega também afirmou que o “dólar pode se valorizar menos do que alguns esperavam”.

Para acompanhar a Bovespa no seu celular, basta digitar: exame2.com.br/mobile/exame-na-bolsa


4. Ações sobem após Fed se comprometer com juros baixos

Os mercados acionários asiáticos subiram hoje, depois do anúncio do Federal Reserve. O Banco Central americano aliviou o impacto da redução de seu estímulo ao se comprometer novamente com taxas de juros baixas. Wall Street atingiu máximas recordes e o dólar superou a marca de 104,00 ienes pela primeira vez desde 2008.

5. Petrobras confirma potencial da área de Moita Bonita

A Petrobras informou que a perfuração do primeiro poço de extensão 3-BRSA-1194-SES (3-SES-178) na área de Moita Bonita, na Concessão BM-SEAL-10, comprovou a extensão da descoberta de gás e petróleo leve, conforme divulgado ao mercado em 24 de agosto de 2012. O poço é informalmente conhecido como Moita Bonita -1 e está localizado em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe-Alagoas.

6. Gafisa terá lançamentos menores em 2014

Executivos da Gafisa informaram que a empresa planeja controlar despesas e lançamentos de projetos em 2014, tendo em vista que busca reduzir a dívida e aumentar a rentabilidade nos próximos meses. A unidade Gafisa voltada para empreendimentos de média renda lançará de 1,5 bilhão a 1,7 bilhão de reais em novos projetos em 2014, enquanto a unidade Tenda, para imóveis de baixa renda, terá de 600 milhões a 800 milhões de reais em projetos. As estimativas estão abaixo do total de 2,7 bilhões de reais neste ano.

7. Ações da Saab sobem e da Dassault caem por acordo com Brasil

As ações da Saab AB dispararam cerca de 30% ontem – chegando à maior alta em cinco anos – depois que a empresa conseguiu um contrato de 4,5 bilhões de dólares para fornecer 36 novos caças Gripen NG para a Força Aérea Brasileira até 2020. Já as ações da francesa Dassault Aviation, que também era candidata no contrato, mas não levou, caíram cerca de 7%.


8. Embraer diz estar à disposição do governo sobre caças

A Embraer afirmou que está à disposição do governo brasileiro no apoio à execução das contrapartidas previstas na proposta escolhida para o fornecimento de novos caças à Força Aérea Brasileira (FAB). Durante o anúncio de escolha dos caças, o ministro da Defesa, Celso Amorim, destacou que um dos fatores que levaram o Brasil a escolher o caça sueco foi o fato da propriedade intelectual sobre os equipamentos se tornar brasileira após o desenvolvimento da aeronave em parceria com a Embraer.

9. Europa avança em união bancária com plano para falência

A União Europeia acertou hoje um plano para fechar bancos falidos mas não fechou um plano mais ambicioso para a zona do euro se unir na luta contra os seus credores problemáticos. A Europa está a beira de finalizar uma das reformas mais ambiciosas desde o lançamento do euro: uma agência e fundo para fechar bancos problemáticos assim que o Banco Central Europeu começar a supervisioná-los no próximo ano.

10. Grécia fornece luz de graça para lutar contra Robin Hoods

De acordo com um relatório do laboratório de ideias VaasaETT, a Grécia está no topo da lista de países europeus cuja população é incapaz de pagar suas contas de luz, com 32% das casas inadimplentes. Com a chegada do inverno a situação fica mais grave. Alguns movimentos sociais fazem às vezes de Robin Hood e tomam a iniciativa e conectar de novo às casas que ficam sem eletricidade. Para enfrentar esse problema social, o Executivo grego se comprometeu a restabelecer o abastecimento elétrico às pessoas que não podem arcar com as contas e que não tenham sido incluídas ainda no programa social que subsidia até 70% do custo da luz para 470 mil famílias.