10 notícias para lidar com os mercados nesta quarta-feira

Gafisa registra prejuízo líquido de R$ 31,5 milhões; Brazil Pharma fará oferta de ações estimada em R$ 600 mi

São Paulo – Aqui está o que você precisa saber:

1 – Gafisa registra prejuízo líquido de R$ 31,5 milhões. A Gafisa (GFSA3) registrou prejuízo líquido consolidado de R$ 31,515 milhões no primeiro trimestre deste ano, número 27,2% menor ante o prejuízo líquido de R$ 43,292 milhões do mesmo período de 2011. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi de R$ 105,187 milhões de janeiro a março de 2012, aumento de 268% na mesma base de comparação. A margem Ebitda ajustada ficou em 13%, alta de 9 pontos porcentuais.

2 – B2W amplia prejuízo no primeiro tri, para R$ 42,8 milhões.
A B2W (BTOW3) ampliou prejuízo líquido consolidado no primeiro trimestre deste ano, para 42,8 milhões de reais, contra resultado negativo de 1,6 milhão de reais um ano antes, informou a empresa na terça-feira. A empresa dona de marcas como Submarino, Shoptime, Americanas.com e Ingresso.com afirmou que neste trimestre teve como foco uma “profunda revisão e consequente reorientação de nossas práticas e processos visando criar um novo relacionamento com o cliente”.

3 – Lucro da Lojas Americanas fica acima do esperado. A Lojas Americanas (LAME4) fechou o primeiro trimestre de 2012 com lucro líquido de 41,1 milhões de reais, resultado acima do esperado pelo mercado. O resultado mostrou uma queda de 34,1 por cento ante o lucro de 62,4 milhões de reais no mesmo período no ano passado, informou a empresa na terça-feira.

4 – Cosan autoriza proposta de emissão de debêntures de R$ 3,3 bi. O Conselho de Administração da Cosan (CSAN3) autorizou, em reunião realizada na terça-feira, a celebração de proposta de emissão de debêntures da companhia no montante de 3,3 bilhões de reais, a ser firmada com os bancos Itaú BBA e Bradesco BBI. O montante será destinado à aquisição das ações do Grupo BG, representativas de até 60,1 por cento do capital social da Comgás.3,3 bi.

5 – Brazil Pharma fará oferta de ações estimada em R$ 600 mi. A Brazil Pharma (BPHA3), holding de farmácias controlada pelo BTG Pactual, anunciou na terça-feira que pediu registro de distribuição pública primária e secundária de ações ordinárias. O valor da operação é estimado em cerca de 600 milhões de reais, com base no preço por ação da companhia em 4 de maio. De acordo com prospecto preliminar, a oferta englobará 52 milhões de ações. Na primária seriam ofertadas 45 milhões de novas ações e na secundária, 7 milhões de papéis.


6 – Net aprova pagamento antecipado de debêntures. A Net Serviços de Comunicação (NETC4) vai realizar pagamento antecipado integral da sexta emissão de debêntures, no valor de R$ 580 milhões acrescido de remuneração, no dia 18 de maio, segundo comunicado à Comissão de Valores Mobiliários.

7 – Oferta da Celpa envolve prejuízo maior que na Grécia. Os títulos em default da Centrais Elétricas do Para (Celpa) estão despencando para a mínima histórica após a companhia divulgar plano de reestruturação que, segundo analistas, causará mais perdas a investidores do que as trocas de dívida grega e argentina. O preço dos títulos da Celpa para 2016 recuou 9,7 centavos de dólar ontem, para 35,3 por cento do valor de face, segundo dados compilados pela Bloomberg. A BCP Securities estima que a proposta anunciada pela Celpa em 4 de maio pode levar à recuperação de apenas 20 centavos por dólar para investidores. A Grécia pagou 31,5 centavos por euro na reestruturação de sua dívida em março, enquanto o swap de dívida argentina em 2005 pagou 30 centavos por dólar.

8 – Vix Logística registra oferta de ações.
A Vix Logística, que aprovou no final de abril uma distribuição pública de ações, enviou para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de registro da oferta. Ainda não há muitos detalhes sobre a operação. Até o momento, consta no site que serão vendidas ações em uma oferta primária e outra secundária, sob coordenação líder do Itaú BBA.

9 – CPFL Energias Renováveis publica primeiro prospecto de oferta.
A CPFL Energias Renováveis enviou para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o prospecto de sua oferta pública de distribuição de ações, operação antecipada em março pelo blog Faria Lima. Segundo o documento, a companhia venderá ações ordinárias em uma oferta primária e outra secundária de seus papéis. O Bank of America Merrill Lynch será o coordenador líder da oferta, que contará também com Itaú BBA, Morgan Stanley e Bradesco BBI.

10 – Embraer disputará novo contrato com Força Aérea dos EUA. A Embraer (EMBR3) participará da nova licitação de fornecimento de aviões de combate leve para a Força Aérea dos Estados Unidos para suporte às operações no Afeganistão, apesar de preocupações acerca dos motivos que cancelaram o resultado da concorrência anterior que havia vencido.

Bônus 1: As ações que podem ganhar com a cruzada do governo pelo juro baixo.

Bônus 2: J.P.Morgan lista as ações que perdem com a desaceleração da China

http://d1nfmblh2wz0fd.cloudfront.net/items/loaders/loader_1063.js?aoi=1311798366&pid=1063&zoneid=14729&cid=&rid=&ccid=&ip=