10 ações que não têm medo do Trump

A vitória de Trump assustou o mercado, mas alguns papéis se beneficiaram com a valorização do dólar

São Paulo – A vitória de Donald Trump abalou o mercado nesta semana. Na terça-feira (09), o Ibovespa chegou a cair mais de 3%. O mercado segue receoso com a política econômica que o republicano irá seguir.

Mas nem todas as ações foram impactadas negativamente. Um dos motivos é o chamado Efeito Trump, que impactou no dólar. A moeda americana apresentou forte valorização nestes últimos dias, chegando a ser cotada a 3,50 reais, o maior valor desde junho deste ano.

Para as empresas exportadoras, a alta do dólar é positivo, já que a receita é em dólar e os custos em reais.

Além do dólar, outro motivo que aliviou que algumas ações registrassem perdas na Bolsa nesta semana foi o desempenho das commodities. É o caso da Vale, que viu o preço do minério de ferro disparar mais de 7%.

A pedido de EXAME.COM, a consultoria Economatica, apontou as empresas que mais se valorizaram entre dia 8 e 10 de novembro, após a eleição de Trump. Confira.