VP do Google vê a pegadinha como o futuro da publicidade

Wojcicki relembra o sucesso do Test-Drive da Pepsi e comenta o TrueView do Youtube

São Paulo – O humor sempre foi utilizado como um recurso valioso na propaganda. Ele tem como objetivo entreter o público e assim, conseguir sua atenção para divulgar os benefícios de uma marca ou de um produto.

Na internet a missão é mais difícil já que, na maioria das vezes, o público só assiste a um comercial se quiser diferentemente da televisão ou do rádio, onde esse público é obrigatoriamente passivo.

Pensando nisso, algumas marcas começaram a pegar carona na onda das pegadinhas. Basta relembrar a brincadeira de Test-Drive da Pepsi com Jeff Gordon, que já tem mais de 30 milhões de visualizações no YouTube.

Esse argumento é endossado por Susan Wojcicki, vice-presidente sênior do Google, que também acredita no entretenimento e na produção de conteúdo interessante e bem-humorado, como o futuro da publicidade.

“Estamos nos movendo para um modelo em que o usuário está escolhendo para ver os anúncios”, disse na terça-feira Wojicki em Ad Tech, uma conferência do setor de propaganda digital, em São Francisco. Ele acrescentou que as ferramentas como TrueView do YouTube , em que os anunciantes pagam somente se alguém assiste o vídeo, são atraentes para os anunciantes e telespectadores e estimulam a prática do conteúdo de entretenimento..

De acordo com Wojcicki, aproximadamente 70% dos anúncios em vídeos do YouTube já são do tipo TrueView.

Relembre a pegadinha da Pepsi: