UFC anuncia parceria com Reebok por seis anos

Acordo prevê fornecimento de material para atletas e novos produtos para fãs

São Paulo – A Reebok resolveu investir no MMA.

A marca de artigos esportivos fechou parceria de seis anos com o UFC, principal competição da modalidade. 

É a maior parceria da história do UFC. Os valores não foram divulgados.

É uma aposta da Reebok em um esporte em ascensão – e uma tentativa de se manter relevante nos grandes mercados esportivos. A marca já perdeu a NFL (futebol americano) para a Nike, a NBA (basquete) para a Adidas e não se garante na NHL (hóquei).

A Reebok criará uma linha especial de produtos para o UFC, vestindo e dando acessórios e equipamentos para os lutadores. Os fãs do esporte também poderão comprar novos itens relacionados.

Lutadores campeões como Johny Hendricks e Anthony Pettis estão ajudando a marca a desenvolver a linha. Parte da receita obtida irá para os atletas – o valor variando de acordo com os resultados das competições e a colocação no ranking.

A marca garante que serão feitas roupas e materiais de todos os tipos e cores, para que cada atleta se vista de acordo com suas preferências e personalidade.

Mudanças

Com a parceria, os atletas não poderão usar logotipos de outros patrocinadores em suas roupas durante a semana de algum evento oficial do UFC.

Banners de patrocinadores individuais também não serão mais permitidos durante a entrada do lutador no octógono.

As novas regras – e a parceria – passam a valer a partir de julho de 2015.

De acordo com a marca, a parceria ainda ajudará o “Luta Pela Paz”, organização civil que reúne atividades envolvendo esporte e educação em comunidades carentes afetadas pelo crime.