Reebok traz tênis “à base de plantas” para o Brasil

Modelo é feito de algodão orgânico e solado desenvolvido a partir do milho

São Paulo – Em 2017, a gigante de artigos esportivos Reebok anunciou a criação do seu  primeiro tênis “a base de plantas”. Os modelos com corpo feito de algodão orgânico e sola feita a partir de um produto não-tóxico derivado de milho industrial chegaram ao mercado americano no ano passado. Agora, eles pisam em solo brasileiro.

Batizados de “algodão + milho” (do inglês “Cotton + Corn”), eles estão à venda por tempo limitado no e-commerce da marca por R$ 399,99 em quatro cores diferentes.  Por não conterem traços de produtos animais, como couro, os calçados também são vegan friendly”.

 (Reebok/Divulgação)

O produto faz parte de uma iniciativa da marca chamada Reebok Future, time que se dedica exclusivamente em desenvolver novas tecnologias, ideias, técnicas e protótipos.

Segundo a empresa, o tênis é certificado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos por conter 75% de conteúdo biodegradável. 

Para criar o Cotton + Corn, a marca fez parceria com a DuPont Tate & Lyle Bio Products, um dos principais fabricantes de soluções baseadas em biomateriais de alto desempenho.

Com a investida, a Reebok almeja criar uma ampla seleção de calçados baseados em bioprodutos que reduzam a demanda de materiais derivados de petróleo anualmente, mais de 20 bilhões de pares de sapatos são produzidos no mundo, segundo a empresa.