Ray-Ban promove pocket shows de bandas indie para divulgar a marca

Estratégia de se aproximar do público brasileiro por meio da música leva grupos para cinco cidades do país em uma Kombi e tem ainda um site de rock

Rio de Janeiro – A Ray-Ban aposta no rock alternativo para divulgar a marca no Brasil, em parceria com a revista Rolling Stone.

Seguindo o conceito internacional da empresa, a Mix Brand Experience desenvolveu o projeto Ray-Ban Studio, que foca no cenário musical indie brasileiro e tem três frentes.

O braço mais recente da estratégia é o Ray-Ban Couch Sessions on the Road, lançado este mês, que realiza pocket shows com nove bandas nacionais.

Dead Lover, Nevilton, Milocovik, Inks, Cabana Café, R.Sigma, Up Brothers, Cabeza de Panda e The Cleaners já fizeram apresentações no Rio de Janeiro (RJ) e em Florianópolis (SC) e as próximas etapas serão em São Paulo (SP), Maresias (SP), e Salvador (BA).

Uma Kombi customizada leva os músicos, com o objetivo de aproximar o público da marca por meio do rock.

O segundo braço é a hotpage da ação, na qual a empresa atualiza conteúdo sobre bandas atuais, agenda de shows e datas dos eventos da marca. Já o movimento que antecedeu o site foi o Ray-Ban Couch Sessions. Com ele, a companhia levou as nove bandas para apresentações acústicas em locais inusitados, como o calçadão de Copacabana, no Rio de Janeiro, piscinas vazias e terraços de edifícios.