Procon-SP pede esclarecimentos sobre promoção da Pepsico

Consumidores fizeram queixas ao órgão e nas redes sociais questionando o regulamento da promoção Junta que Dá

São Paulo – O Procon-SP notificou a Pepsico do Brasil após reclamações de consumidores sobre a promoção Junta Que Dá, lançada pela fabricante no começo deste ano.

A empresa terá de prestar esclarecimentos sobre a ação, questionada por clientes nas redes sociais e junto ao próprio órgão. Os consumidores afirmaram-se confusos com o regulamento. 

De acordo com queixas feitas ao Procon, ao contrário do que as regras dão a entender, o sistema escolheria o premiado independemente da quantidade de códigos cadastrados. 

Outras reclamações relatam problemas na troca de vales-produto. Também de acordo com esses consumidores, alguns postos de venda não efetuam a troca, e há cidades sem locais determinados para o resgate de brindes. 

Se a empresa faz uma campanha nacional, ela deve estar apta a contemplar os consumidores do país inteiro. Se não houver ponto de troca, o produto deve ser encaminhado para a residência do consumidor, ou alguma outra alternativa que não penalize o cliente, afirmou à EXAME.com Márcio Marcucci, diretor de Fiscalização do Procon-SP.

Segundo o pedido do órgão, a empresa deverá apresentar, entre outros detalhes, o regulamento da promoção, relacionar todos os produtos participantes e esclarecer o sistema adotado para a premiação.

O Procon-SP explica que, após análise, se for comprovada alguma irregularidade, a empresa poderá ser penalizada nos termos do Código de Proteção e Defesa do Consumidor.

Procurada pela reportagem, a Pepsico afirmou não ter recebido a notificação até o momento. 

A promoção Junta que Dá Prêmios reuniu, pela primeira vez, 16 marcas do portfólio da fabricante de alimentos. Para participar, além de encontrar vales-produtos PepsiCo nas embalagens de Ruffles, Doritos, Cheetos, Baconzitos, Fandangos, Cebolitos e Elma Chips Sensações, o consumidor concorre a prêmios ao cadastrar os códigos promocionais no website da ação

//www.youtube.com/embed/Z4DSmRN7lvY