Pierce Brosnan diz ter sido enganado para fazer anúncio indiano

Ator que já fez James Bond diz que foi enganado por uma marca na Índia e não queria usar sua imagem para vender produto à base de tabaco

São Paulo – O ator Pierce Brosnan, famoso ex-intérprete de James Bond no cinema, está em pé de guerra com uma marca indiana.

Ele diz ter sido enganado pela marca Pan Bahar, que fabrica uma famosa mistura local, a paan masala.

Essa masala tradicional, de ervas para serem mastigadas, costuma levar folhas de bétel e noz de areca (chamada de supari). A mistura também pode levar tabaco, dependendo do tipo.

Quando mastigada, a mistura pode ser cuspida ou engolida.

Além da Índia, países como Bangladesh, Paquistão, Tailândia, Filipinas e Vietnã têm o costume de consumir o produto.

Ela produz uma saliva vermelha, escura e espessa. Muitos países com a tradição de consumir paan masala, inclusive, têm leis que proíbem o cuspe no chão e em locais públicos.

Brosnan foi contratado para ser garoto-propaganda da marca e estrelou um comercial no melhor estilo “agente 007” para o produto.

Quando o comercial chegou ao conhecimento dos seus fãs, ele foi duramente criticado. “Como ele podia ter aceitado vender um produto que leva tabaco e causa câncer”, pensaram.

Seria como ser garoto-propaganda de uma marca de cigarro (comerciais que nem existem mais, como aquele famoso do caubói da Marlboro).

O ator se defendeu e disse que foi enganado. Alegou estar “profundamente chocado e triste” pelas críticas e que a marca usou sua imagem de maneira “distorcida e manipulativa”.

É que a Pan Bahar vende dois tipos de paan masala: com e sem tabaco.

Segundo Brosnan, ele topou anunciar somente a versão “natural” da masala, aquela sem tabaco e noz de areca (que estudos científicos também associam ao câncer).

Ele diz que seu contrato falava de uma masala que serviria com “pasta de clareamento dental”.

A Pan Bahar ainda não se pronunciou sobre o caso.

O ator disse que pedirá para que sua imagem seja removida dos anúncios e do comercial.

“Tendo enfrentado, em minha vida privada, a perda de minha primeira esposa e de minha filha para o câncer, assim como a morte de inúmeros amigos, estou totalmente comprometido com programas que incentivam a saúde e pesquisam para diminuir o sofrimento e melhorar a saúde das pessoas”, ele escreveu em um comunicado oficial.