Pepsi se posiciona após questionamentos sobre promoção

"Pode ser Pepsi em dobro" deixou de atender consumidores por falta de estoque

São Paulo – A Pepsi se posicionou sobre o questionamento de consumidores em relação ao funcionamento de sua última promoção, “Pode ser Pepsi em dobro”, que rendeu à PepsiCo uma notificação do Procon. De acordo com a marca, a ação “superou em muito as já altas expectativas de vendas para o período”.

Em sua defesa, a Pepsi destaca que sua operação de produção e logística colocou nas lojas, para 10 e 11 de setembro – período válido da promoção –, o equivalente a 30 dias de vendas regulares. Também ressalta que o regulamento previa sua duração nos dois dias citados ou até o final do estoque.

Segundo a empresa, para atender aos consumidores que não conseguiram desfrutar da promoção, “a Pepsi vai entregar uma caixa da bebida para aqueles que entraram em contato com o SAC e outros canais oficiais da marca ou das redes varejistas participantes e que tiveram contato de consumidores em busca de Pepsi nos seus canais oficiais de comunicação”. De acordo com a Pepsi, cerca de três milhões de pessoas foram beneficiadas, em todo o Brasil, pela promoção.