Pepsi “ressuscita” Michael Jackson em latinhas. Qual o risco disso?

Morto em 2009, astro do pop aparecerá em um bilhão de embalagens da marca

São Paulo – A PepsiCo e o espólio de Michael Jackson fecharam um acordo para colocar a imagem do astro do pop, que morreu em 2009, em cerca de 1 bilhão de latinhas do refrigerante, na campanha de publicidade mundial “Live For Now”.

O cantor, que se tornou a voz da Pepsi em comerciais das décadas de 80 e 90, será retratado em algumas de suas poses clássicas de dança em latas de fundo azul. O lançamento coincidirá com o 25º aniversário do álbum Bad, lançado em 31 de agosto de 1987.

Em 1988, a empresa patrocinou a turnê mundial “Bad”, com duração de 16 meses e com 123 shows, atraindo um público de 4,4 milhões de fãs. Até então, a turnê obteve recorde histórico de bilheteria.

A nova campanha da PepsiCo representa o primeiro contrato de marketing desde que Michael Jackson morreu, há quase três anos. 

O acordo, no entanto, pode trazer de volta algumas más lembranças de 1984 que envolvem a marca. Nesse ano, o cantor e a Pepsi assinaram um contrato de patrocínio então recorde, no valor de 5 milhões de dólares. Durante as gravações do comercial, uma encenação pirotécnica acabou atingindo Michael, causando queimaduras de 2º e 3º grau em seu couro cabeludo (assista ao vídeo). 
 


Veja uma das campanhas gravadas para a marca