O que você faria no lugar da polícia?

Campanha escocesa mostra situações estressantes vividas por oficiais do país

São Paulo – Uma campanha da polícia escocesa decidiu perguntar aos cidadãos do país o que eles fariam no lugar do policial. O objetivo é mostrar ao povo como o trabalho dos homens da lei pode ser estressante e merece ser valorizado.

Os anúncios foram criados pela agência Brain Candy e exibem três situações distintas. Na primeira delas, Maggie Gibson, 43 anos, divorciada e mãe de dois filhos, enfrenta um rapaz armado com uma faca e desesperado por causa da perda de seu emprego.

Com um colega policial, a moça entra na casa onde o suspeito está após o chamado de uma vizinha. A câmera do anúncio, dirigida pelo premiado Simon Ellis, capta os dois oficiais pelas costas, num plano que dá a impressão de que estamos caminhando junto aos protagonistas. Após 1:45 de suspense, vemos que Maggie terá de enfrentar um perigo iminente ou a vida de seu parceiro estará perdida. O choro de um bebê via comunicador é a “cereja do bolo” para aumentar ainda mais o nível de desespero do filme.

O mesmo acontece com os outros dois vídeos. No segundo, Robert Boyd, 48 anos, casado, pai de dois filhos e com um neto, verifica a cena de um acidente e descobre um rapaz preso nas ferragens de um automóvel. O homem sobreviveu ao capotamento, mas o vazamento de gasolina revela que Boyd pode perder tudo que conquistou a qualquer momento.

O terceiro filme é mais curto, mas não menos tenso. O jovem Andrew McKee, 22 anos, casado e esperando seu primeiro filho, está detendo um suspeito na frente de uma boate, juntamente com seu parceiro. Uma garota se aproxima e afirma: seu namorado está em apuros numa esquina próxima dali.

O colega de Andrew resolve atender ao pedido de ajuda. Como nos outros filmes, tudo vai bem até o fim do anúncio, quando o parceiro chama McKee pelo rádio.

Enquanto “defende” o suspeito de uma namorada ciumenta, Andrew ouve a seguinte frase de seu colega: Preciso de ajuda.

Todos os filmes terminam com a mesma pergunta: “O que você faria no lugar deles?”.

Seria uma boa abordagem de campanha para a polícia brasileira? Comente.

(Os vídeos contêm imagens de violência, recomenda-se discrição do leitor)

Confira:

//www.youtube.com/embed/qU0mbo5KbCw?feature=player_embedded

//www.youtube.com/embed/Xs6sQajxlMY?feature=player_embedded

//www.youtube.com/embed/x2P8yO4Pmxk?feature=player_embedded