Mostra de Picasso é divulgada com QR Codes

Ações digitais são do Virginia Museum of Fine Arts e divulgam exposição em 33 lojas da Starbucks

São Paulo – Os museus entraram definitivamente na rota do universo digital. Se antes do Google Art Project essa ideia já era bem inscrita no mercado das artes, agora ela é endossada constantemente por ações cada vez mais interativas e envolventes para tirar o público essencialmente digital de casa e levá-lo às exibições.

No estado americano da Virginia, a mostra “Picasso: Masterpieces from the Musée National Picasso, Paris”, do Virginia Museum of Fine Arts, ganhou interatividade e chamou a atenção com QR Codes – código de barras em duas dimensões – distribuídos por 33 lojas da Starbucks. A ação de divulgação, realizada com baixíssimo orçamento, conta também com um site móvel e uma página no Facebook

Para tornar imediata a identificação do público com a mostra, o museu substituiu os tradicionais formatos padrões de QR Code e incorporou o código na própria imagem de um retrato de Picasso. O código dá acesso a quinze obras do artista, além de disponibilizar um link que permite a compra de ingressos.

Os fãs do artista na Filadélfia poderão ainda acompanhar a mostra completa utilizando o recurso de realidade aumentada instalado em salas vazias da South Street.