Ministério da Justiça abre investigação contra Kirin

O objetivo é investigar eventual prática de publicidade abusiva pela empresa

Brasília – O Ministério da Justiça, por meio do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), instaurou processo administrativo contra a empresa Brasil Kirin Indústria de Bebidas, atual denominação de Primo Schincariol Indústria de Cervejas e Refrigerantes, para investigar eventual prática de publicidade abusiva.

A decisão está publicada em despacho no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 4.

A ação foi motivada por representação do Procon do Estado do Espírito Santo.

A empresa tem dez dias para apresentar sua defesa ao DPDC.