McDonald’s usará somente ovos de galinhas “livres” nos EUA

Rede de fast food anunciou hoje que irá usar apenas ovos "cage-free", ou seja, produzidos por galinhas que não vivem confinadas

São Paulo – O McDonald’s tem uma novidade para aqueles que se preocupam com o mau trato aos animais na indústria alimentar. A rede de fast food anunciou hoje que irá usar apenas ovos “cage-free”, ou seja, produzidos por galinhas que não vivem confinadas.

Pelo menos nos próximos 10 anos, 16 mil restaurantes da rede localizados nos Estados Unidos e no Canadá usarão em suas receitas somente os ovos de galinhas que vivem “livres”, fora das gaiolas.

Segundo o presidente do McDonald’s nos EUA, Mike Andres, a decisão de usar esse tipo de ovo “reforça o foco na qualidade da comida e do cardápido da rede para agradar e surpreender as expectativas dos clientes”.

O McDonald’s diz que compra, todos os anos, cerca de 2 bilhões de ovos nos Estados Unidos e 120 milhões no Canadá para poder oferecer o menu de café da manhã, chamado no Brasil de McCafé da Manhã.

Desde 2011, porém, a rede compra, anualmente, mais de 13 milhões de ovos das galinhas “livres”. Além do mais, em 2000, o McDonald’s se tornou a primeira empresa de fast food a adotar um sistema de criação de galinhas que dava mais espaço aos animais do que o padrão industrial.

Abaixo, o pronunciamento da rede no Twitter: