Marcas recriam truque insólito da obra que se autodestrói de Banksy

Marcas como a rede de fast-food McDonald's e a de móveis Ikea pegaram carona na comoção que varreu o mundo da arte

São Paulo – No dia 5 de outubro, o icônico e esquivo artista de rua britânico Banksy ganhou as manchetes mundiais ao destruir sua pintura logo após tê-la vendido em leilão da Sotheby’s por US$ 1,4 milhão.

Vídeos feitos na ocasião mostram as pessoas chocadas e ao mesmo tempo encantadas ao ver a versão impressa da famosa obra “Girl With Balloon” (Garota com Balão) de 2002 se desfazer em um picotador de papel camuflado na moldura.

Banksy disse que a brincadeira foi influenciada por Pablo Picasso, citando o artista em um post no Instagram após o evento: “O desejo de destruir também é um impulso criativo”.

Muitos interpretaram a investida do artista como uma declaração contra o consumismo e o acúmulo de arte por um pequeno grupo de pessoas ricas. Mas a peripécia também inspirou os criativos do marketing mundo a fora (ironia do destino?).

Marcas como a rede de fast-food McDonald’s e a de móveis Ikea pegaram carona na comoção que varreu o mundo da arte para se promoverem.

Confira algumas delas a seguir:

IKEA

Coca-Cola

View this post on Instagram

#Banksy 🎨🍊

A post shared by Coca-Cola Australia (@cocacolaau) on

Perrier

Lemonade (seguradora)