Live Marketing movimenta cerca de R$ 44 bilhões no país

Entre as ferramentas mais utilizadas no último ano destacaram-se os eventos, feiras e congressos

A AMPRO divulgou os resultados do “Estudo sobre Live Marketing no Brasil”. Os dados são de julho de 2016 e revelaram que o setor movimenta R$ 43,9 bilhões anuais.

O levantamento consultou 156 empresas de todo o Brasil, sendo 81% de grande e médio portes, a maioria (59%) do setor de serviços, de mais de 20 segmentos de atuação.

Entre as ferramentas do Live Marketing mais utilizadas no último ano destacaram-se os eventos, feiras e congressos, para 77% dos respondentes, seguidos das ações promocionais (62%) e do incentivo (56%).

Outras ações também fizeram parte do escopo de investimentos, como as ativações (47%) e o Trade Marketing (38%).

Questionadas sobre os efeitos da crise econômica no investimento das ações de Live Marketing, 60% das empresas responderam que mantiveram ou aumentaram o uso de ações durante o ano de 2015 e 93% pretendem manter ou aumentar o investimento nos próximos três anos.

Para elas, o fator de maior impacto no investimento de ações de Live é o aumento das vendas, seguido do relacionamento que as marcas estabelecem com seus públicos e da imagem.

Sobre os processos de concorrência e contratação de agências especializadas em Live Marketing, mais de 90% respondeu que convoca até quatro agências para os processos de contratação e, no geral, ranquearam fatores como a profissionalização da equipe, o tempo de atuação no mercado, a estrutura e os processos de suporte de ações como os mais relevantes para a contratação de uma agência. Por último, fazem a comparação dos preços.

A pesquisa foi organizada pela AMPRO e realizada pela SSK.