Libertadores é oitavo campeonato mais valioso do mundo

Valor dos elencos dos times que disputam o torneio é de 1,1 bilhão de euros, segundo o estudo da Pluri; Liga dos Campeões vale quase cinco vezes mais e lidera a lista

Rio de Janeiro – A Taça Libertadores, cuja fase de grupos começa nesta terça-feira, é o oitavo campeonato mais valioso do mundo, se for levado em conta o valor dos elencos dos clubes que a disputam, segundo um estudo da empresa de consultoria brasileira Pluri.

As 32 equipes classificadas para disputar o torneio continental de futebol em 2012 têm um valor somado de 1,1 bilhão de euros, de acordo com a pesquisa. Esse valor coloca a Libertadores à frente de competições como o Campeonato Brasileiro (960 milhões de euros), o Campeonato Russo (925 milhões de euro), o Turco (870 milhões de euros) o Português (811 milhões de euro) e a Copa Sul-Americana (792 milhões de euros).

O principal torneio de clubes da América vale menos que a Liga dos Campeões da Europa (5,2 bilhões de euros), a Liga Europa (3,5 bilhões de euros), o Campeonato Inglês (3,3 bilhões de euros) o espanhol (2,7 bilhões de euros), o Italiano (2,3 bilhões de euros), o Alemão (1,7 bilhão de euros) e o Francês (1,4 bilhão de euros).

A empresa de consultoria esclareceu que o valor do elenco não foi calculado exclusivamente a partir do valor das contratações ou das multas de rescisão dos contratos, mas por 15 critérios objetivos e subjetivos que levam em conta desde a idade do jogador até a capacidade de retorno em mercado que pode oferecer ao clube.

Se for calculado o valor médio do elenco de cada equipe classificada para a Libertadores deste ano, que é de 35 milhões de euros, o torneio seria apenas o 13º mais valioso do mundo e seria superado inclusive pelo Campeonato Brasileiro, cujos clubes têm um valor médio de 48 milhões de euros.

Segundo o estudo da Pluri, o valor somado dos seis clubes brasileiros que disputam a Libertadores é de 494 milhões de euros, 44% do que vale o torneio.

Em segundo lugar entre os países que mais acrescentam valor à competição, aparece a Argentina, com cinco clubes que somam 209 milhões de euros (19 % do total).

Logo depois estão o México, com dois clubes que valem juntos 93 milhões de euros (8%), Chile, com três clubes que somam 75 milhões de euros (7%), Colômbia, com dois clubes que valem 57 milhões de euros (5%) e Uruguai, com três clubes que tem valor de 53 milhões de euros (5%).

Os três clubes paraguaios valem somente 50 milhões de euros (4%); os dois peruanos aparecem com 26 milhões de euros na lista (2%); os dois equatorianos, com 25 milhões de euros; os dois venezuelanos, com 21 milhões de euros; e os dois bolivianos, com apenas 20 milhões de euros.

O valor dos representantes do Brasil é de 82,4 milhões de euros; o dos mexicanos, 46,7 milhões de euros; o dos argentinos, 41,7 milhões de euros; o dos colombianos, 28,7 milhões de euros; e o dos chilenos, 24,8 milhões de euros.