Kendall Jenner fala pela 1ª vez sobre campanha polêmica da Pepsi

No comercial, a modelo está em um protesto, quando oferece uma lata do refrigerante a um policial, que aceita, e todos festejam

São Paulo – Em abril deste ano, Kendall Jenner se envolveu em uma polêmica por ser a estrela de uma campanha da Pepsi.

No filme, a modelo está em um protesto, quando oferece uma lata do refrigerante a um policial, que aceita, e todos festejam.

O anúncio foi duramente criticado por minimizar o movimento Black Lives Matter (vidas negras importam), que se opõe à violência policial contra a população negra norte-americana.

Na época, a marca pediu desculpas em comunicado e tirou o vídeo do ar.

Agora, esse assunto foi trazido à tona novamente porque, pela primeira vez, Kendall falou sobre o caso.

Em prévia da nova temporada do reality show Keeping Up With the Kardashians, a modelo aparece conversando com a irmã Kim sobre ter aceitado aparecer na campanha.

“Parece que minha vida acabou”, disse ela. Kim concorda com a irmã de que não foi uma boa decisão, mas a consola.

“Você cometeu um erro.”

Em agosto, Kim já havia falado ao The Hollywood Reporter sobre o anúncio. “Eu a vejo chorando em casa, mas ela não quer dar desculpas ou parecer dramática”, descreveu a empresária.

“Seus empresários e todo o mundo estão falando para ela não se pronunciar, mas eu já disse: isso é errado. Você precisa falar.”