In-game advertising ganha espaço no mercado brasileiro

Six Billion prevê comercialização de todos os espaços em jogos de PS3 e PC em 2011

São Paulo – Saem os anúncios fictícios e institucionais, entra mais uma oportunidade pertinente de divulgar produtos e serviços. Ganhando cada vez mais espaço em mercados como o norte-americano, também está se tornando uma interessante opção no Brasil o in-game advertising, aplicação de publicidade em jogos de video-game e computador de forma natural e pouco invasiva.

A primeira – e até o momento única – a oferecer o serviço na América Latina é a Six Billion, empresa brasileira que nasceu em acordo com a americana IGA Worldwide, oferecendo, desde o final de 2010, o serviço em jogos de Playstation 3 e PC. “Atualmente os consoles de última geração se conectam à internet assim que são ligados. Dessa forma, conseguimos atualizar a publicidade presente dentro dos games. A tecnologia permite a compra de espaço publicitário por período, trocas em real time de peças e segmentação por estado. É como se anunciar em um outdoor, mobiliário urbano ou placas em uma partida de futebol, só que dentro dos jogos”, explicou Rafael Oliveira, sócio e diretor comercial da Six Billion.

As mensagens são inseridas em espaços pertinentes de jogos como Need for Speed, Guitar Hero, NBA Live, Counter Strike e Madden, entre um pool de aproximadamente 50 títulos exclusivos da Six Billion. De acordo com cada game, a imagem do anunciante figura em placas na lateral das quadras, outdoors em meio às pistas, faixas e banners que fazem parte do contexto e do ambiente, como se o próprio jogo fosse desenvolvido com a mensagem publicitária. Os interessados definem as praças em que pretendem aparecer, o público-alvo, o número de impressões e o tempo de campanha, recebendo, periodicamente, um relatório detalhado de resultados. “Tudo é mensurável. Só é contada uma impressão com um mínimo de exposição da marca, em tempo, espaço da tela e grau de visualização. Semanalmente, o cliente recebe um relatório que vem diretamente de Nova York com essas informações”, garantiu Oliveira.

O primeiro anunciante a investir em in-game advertising no Brasil, por meio da Six Billion, foi a Cup Noodles, em trabalho coordenado pela Dentsu. Logo após, a Chevrolet também incorporou a ferramenta na divulgação do lançamento do Camaro, em campanha da AG2. “Já temos diversos clientes com o processo em andamento, especialmente para o lançamento de filmes, que devem ir ao ar nas próximas semanas”, destacou o executivo.

Previsões

As perspectivas para os próximos anos são animadoras. Segundo levantamento da especialista ScreenDigest, o mercado de in-game advertising deve faturar US$ 340 milhões globalmente em 2011, saltando para aproximadamente US$ 1,2 bilhão em 2014. Seguindo o otimismo, Oliveira acredita que este será um ano de popularização e consolidação da mídia. “Nossa expectativa é de fechar todas as impressões possíveis até o final do ano, atingindo um faturamento que deve variar entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões”, completa.