Homossexuais viajam mais e investem em tecnologia

Pesquisa do Instituto Qualibest aponta que mais de 80% dos ouvidos se declaram solteiros e possuem hábitos de lazer que priorizam passeios pelo Brasil e exterior

Rio de Janeiro – Homossexuais viajam mais, possuem menos carros e adquirem mais equipamentos tecnológicos. É o que concluiu uma pesquisa do Instituto Qualibest, que apontou que 38% dos pesquisados têm veículos próprios e 32% adquiriram equipamentos GPS.

Quando questionados sobre o seu estado civil, 88% declararam ser solteiros, contra 12% que se dizem casados. Entre os solteiros, os hábitos de vida incluem um maior interesse por viagens: 49% disseram ter viajado pelo Brasil três ou mais vezes nos últimos dois anos, enquanto 27% afirmaram terem ido ao exterior com a mesma frequência. Entre os heterossexuais, essas taxas caem para 44% e 22%, respectivamente.

Com relação aos produtos e serviços de tecnologia, 60% dos homossexuais têm conexão wireless e 31% possuem banda larga 3G, percentuais que ficam em 57% e 27% entre os heterossexuais. Os smartphones também têm mais presença na vida desses consumidores, alcançando 47% dos pesquisados. Do total, 52% possuem TVs de LCD ou
Plasma, 15% tablets, 69% notebooks e 76% webcams.

A pesquisa faz parte do lançamento do painel QPainel Homossexuais e foi realizada com 17.876 internautas, entre homens e mulheres com mais de 16 anos, pertencentes às classes A, B e C. Do total da amostra, o estudo apurou 649 homossexuais, o que representa 3,63% dos internautas da amostra, com maior presença de pessoas entre 20 e 44 anos, da classe B.