Haitianos leem queixas “de primeiro mundo” e causam polêmica

Ao pedir doações, organização "Water is life" afirma que as reclamações de usuários do Twitter com a hashtag "firstworldproblems" não são problemas reais

São Paulo – A organização não governamental “Water is life”, que busca doações para fornecer água potável para países em desenvolvimento, lançou uma campanha que está causando polêmica nos Estados Unidos.

No vídeo, pessoas comuns que vivem no Haiti leem reclamações feitas por usuários do Twitter com a hashtag “#Firstworldproblems” (problemas de primeiro mundo).

Em lugares abandonados e visivelmente pobres, elas fazem afirmações como “odeio quando meu carregador não chega até a minha cama”, “quando minha casa é tão grande que preciso de dois roteadores wireless” e “quando peço sem picles e eles me dão picles mesmo assim”.

A campanha sustenta que os “#firstworldproblems” não são problemas e pede ajuda para levar água potável aos que precisam.

Em comunicado oficial, a agência DDB de Nova York, responsável pela peça, afirmou que não procura humilhar as pessoas que usam a referida hashtag. No mesmo texto, no entanto, a DDB sustenta que busca eliminar a expressão do Twitter.

Veja o vídeo abaixo (em inglês):