Gucci inaugura primeira loja exclusiva para homens no Brasil

Uma das marcas de luxo mais conhecidas do planeta acaba de inaugurar sua primeira loja inteiramente dedicada a produtos masculinos em todo o Ocidente

São Paulo – São 330 metros quadrados com peças de alfaiataria, roupas casuais e acessórios. A Gucci, segunda marca de luxo mais conhecida do planeta (atrás apenas da Louis Vuitton, segundo ranking da consultoria Interbrand), inaugurou sua primeira loja exclusivamente masculina no Ocidente. E o endereço escolhido foi o shopping JK Iguatemi, na zona oeste de São Paulo.

O espaço, projetado pessoalmente por Frida Giannini, atual diretora de criação da marca, teve toda a estrutura importada da Itália: do vidro fumê da vitrine ao piso de mármore marcado com o padrão da grife. “O Brasil é um mercado emergente muito importante para nós. Sentimos que era o local perfeito para a primeira loja exclusivamente masculina das Américas e Europa”, disse Giannini.

Hoje pertencente a um conglomerado francês, a Gucci foi fundada em Florença, na Itália, em 1921. Guccio Gucci (eis o duplo G) resolveu investir em uma pequena fábrica de malas, impressionado que estava com os modelos que circulavam pelo lobby de um hotel de luxo em que ele trabalhara em Londres. Não demorou para virar referência em produtos de couro (até hoje os mais vendidos em suas lojas) e ganhar projeção. Na década de 1960, a grife já era um sucesso.

Fred Astaire e John Wayne viraram fãs do mocassim. Um clássico que se tornou peça de museu – o tradicional modelo com ferragens inspiradas em freios de cavalo faz parte, desde 1985, do acervo fixo do Metropolitan Museum of Art, de Nova York. Madonna, Brad Pitt, Nicole Kidman e Mick Jagger já apareceram em tapetes vermelhos com acessórios GG.

Depois de Guccio, outros nomes foram responsáveis por momentos de triunfo na GG. O mais famoso deles? Tom Ford, que assumiu a criação das coleções e campanhas no começo dos anos 1990. Frida Giannini, diretora desde 2002, já garantiu também o seu lugar na história da moda italiana. Ela inaugurou um período de renovação da grife, alcançado graças a inúmeras imersões no passado e revitalizações de peças-ícone, como as bolsas The Jackie (inspirada em Jacqueline Kennedy Onassis) e Bamboo Bag (com alça de bambu, desenvolvida em períodos de escassez de matéria-prima durante a Segunda Guerra).

Além de vender as coleções completas da marca (com roupas, acessórios, perfumes, óculos e sapatos), na loja do JK Iguatemi é possível confeccionar peças sob medida. Costumes, blazers, camisas e sapatos feitos de acordo com as proporções dos clientes vêm diretamente da fábrica da Gucci em Florença, na Itália. Um terno chega a custar 15 mil reais, e demora até três meses para ficar pronto. A ideia é saciar os consumidores que procuram peças especiais, com caimento impecável, sejam executivos de alto nível ou noivos que querem impressionar no casamento. Afinal, de que adianta gastar uma pequena fortuna no terno mais importante da sua vida se ele não for o ideal para o seu tipo de corpo?