Guaraná Antarctica suspende exportação para países adversários na Copa

Ação especial para a Copa do Mundo foi criada pela F/Nazca

Com 96 anos de história, o Guaraná Antarctica tem origem amazônica e representa o sabor do Brasil pelo mundo. Para reforçar a relação histórica do refrigerante com o país e os torcedores da Seleção Brasileira, de quem é parceiro desde 2002, a marca decidiu privar os adversários do sabor até julho.

“Suspender a exportação do Guaraná é uma forma de mostrar o quanto nos orgulhamos de ser brasileiros e de estar 15 anos ao lado da Seleção Brasileira e dos torcedores. Vamos proteger a nossa “fórmula mágica da brasilidade” dos nossos adversários temporariamente. Esse é o jeito Guaraná de torcer, passar confiança e fortalecer ainda mais o elo entre o refrigerante mais brasileiro de todos, a seleção e os nossos torcedores”, comenta Jaqueline Barsi, gerente de marketing de Guaraná Antarctica.

Para marcar esse anúncio a empresa lança campanha nacional para contar para todos os brasileiros essa novidade. As produções revelam pessoas de diferentes nacionalidades bebendo o refrigerante e incorporando um pouco do jeito brasileiro. Na dúvida, a marca interrompe e declara o fim da exportação nesse período. A criação é da agência F/Nazca Saatchi & Saatchi.

Atualmente, o Guaraná Antarctica está presente em 70% do mercado de refrigerantes no mundo, em mais de 50 países, só que nessa ação inédita, os adversários terão as exportações temporariamente suspensas, até o final de julho.

Conteúdo publicado originalmente no site AdNews.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ricardo Feitosa

    Alguém vai rodar por causa dessa idéia fantástica…

  2. cristiano araujo de oliveira lima

    Que ideia de jerico essa aí, deixar de ganhar dinheiro por causa de Copa do Mundo. Tomara que outra marca aproveite a oportunidade e se apodere da fatia de mercado do guaraná Antártica nesses países, vai ser o 7 x 1 do refrigerante brasileiro kkkkkkkkkk

  3. arthur luiz melo bezerra

    Idea mais idiota, impossível. Somente a picaretagem da Nestlé, que diminui o conteúdo, mas mantém o mesmo tamanho da embalagem, supera isso m