Fraudes de aplicativos geram perda de US$ 800 milhões em marketing

Apps de shopping são os mais afetados, com perdas globais de 275 milhões de dólares

São Paulo – Por ano, aplicativos movimentam mais de 140 bilhões de dólares com publicidade para dispositivos móveis, como celulares, em todo o mundo.  Mas uma parte desses investimento vai por ralo abaixo.

As fraudes no mercado global de marketing de apps provocaram perdas de 800 milhões de dólares entre setembro de 2017 e fevereiro de 2018. É investimento que as empresas jamais conseguirão retornar.

Downloads e atribuições falsas a resultados de campanhas não geram resultado para os aplicativos e ainda pagam por performance fajuta.

O dado é de um estudo da plataforma de mensuração de aplicativos AppsFlyer e foi apresentado nesta quinta-feira (9) durante o evento MAMA – Mobile Attribution & Marketing Analytics, em São Paulo.

O Brasil é o sexto país mais exposto à fraude. No mesmo período avaliado, vazaram 15 milhões de dólares associados a resultados falsos no país.

Atualmente, mais de 10% de todas as instalações de apps são fraudulentas, segundo a pesquisa. Apps de shopping são os mais afetados, com perdas globais de 275 milhões de dólares em verba de marketing.

Os tipos de fraudes mais frequentes, segundo o estudo, são bots automatizados (aplicações que simulam ações repetidas vezes) que clicam e instalam um app para segundos depois desinstalar, e o sequestro de instalação, que são downloads reais com fonte alterada para atribuir o resultado a um anúncio, de forma que o app pague por ele.